A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/04/2009 11:55

Ahipar conclui reforma da sinalização do Rio Paraguai

Redação

Depois de um trabalho de 45 dias nas regiões mais distantes do Pantanal, a Ahipar (Administração da Hidrovia do Paraguai) terminou todos os reparos na sinalização náutica do trecho da hidrovia entre Corumbá (MS) e Cáceres (MT).

Segundo Antônio Barros Leite, superintendente da Ahipar, o serviço é uma das prioridades da Administração, o que garantem segurança à navegação no rio.

Leite acredita que, depois do restabelecimento total da sinalização, a Ahipar obterá novamente o índice de eficácia que é concedido pela Marinha do Brasil. O índice foi retirado em 2005 pelo Centro de Sinalização e Reparos porque o balizamento não apresentar confiabilidade.

"O esforço técnico e operacional nessa árdua tarefa nos permitiu cumprir compromisso firmado com a Capitania Fluvial do Pantanal e com o Serviço de Sinalização Náutica do Oeste [órgãos da Marinha sediados em Corumbá]", ressaltou Leite. "Praticamente reimplantamos a sinalização, que estava deteriorada."

Números - No trecho Corumbá/Cáceres existem 335 sinais de margem e flutuantes, constituídos por placas de sinais "cegos" e luminosos (faroletes) e bóias. Os formatos e simbologias obedecem padronização adotada ao longo da Hidrovia Paraguai-Paraná.

Além da poda seletiva da vegetação que encobria as balizas marginais, também foi feito um trabalho de alinhamento e substituição de 168 placas submersas, lançamento de 10 bóias na Lagoa Gaíva e restabelecimento de seis faroletes.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions