A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Junho de 2018

23/04/2008 14:15

Alta nos alimentos reduz movimento nos restaurantes

Redação

Os alimentos têm puxado o custo de vida do consumidor em todo o País desde o ano passado e em Campo Grande a situação não é diferente, segundo o IPC (Índice de Preços ao Consumidor). Esta alta está atingindo em cheio os restaurantes, que tiveram queda sensível de movimento nos últimos meses, segundo a Abrasel/MS (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes). A entidade representa 80 estabelecimentos da Capital.

O presidente da Abrael/MS, proprietário do restaurante Fogo Caipira, Paulo Ortiz, estima que o custo de produção tenha subido cerca de 20%, mas afirma que os restaurantes tiveram que absorver a maior parte disso para não afugentar os clientes.

Ele conta que, além da freqüência dos clientes ter diminuído, aos fins de semana, quando o movimento é maior, os pedidos mudaram.

Estados e municípios são os que mais contribuem para sustentar SUS
Entre 2002 e 2015, o governo federal foi a esfera de gestão que mais utilizou recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), seguido pela esfera municipal...
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar até R$ 38 milhões no sábado
O prêmio da Mega-Sena acumulou mais uma vez, depois do sorteio desta noite (20) e pode pagar até R$ 38 milhões, na próxima rodada. As sequências sort...
Ações sobre auxílio-moradia voltam ao STF depois de conciliação falhar
Diante da falta de conciliação com representantes de magistrados, a AGU (Advocacia-Geral da União) devolveu ao STF (Supremo Tribunal Federal) process...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions