A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/02/2016 15:05

Alunos e professores da UFMS desenvolvem trabalhos de combate ao Aedes

Flávia Lima

Pesquisadores, professores e alunos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em parceria com acadêmicos do Ensino Médio estão desenvolvendo uma série de trabalhos e pesquisas no sentido de auxiliar no combate ao Aedes aegypti.

Os projetos abrangem parcerias tecnológicas com companhia farmacêutica internacional e instituto de pesquisa referência no país. Uma equipe da UFMS está sendo responsável por coordenar o processo de escolha de voluntários para testar a vacina contra dengue que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan de São Paulo.

A Universidade também já coordenou a escolha de voluntários para teste de vacina desenvolvida por laboratório internacional e que já foi aprovada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária.

Entre os projetos de iniciação científica e tecnológica, estão em andamento a "Detecção e Genotipagem dos casos de dengue ocorridos no Município de Três Lagoas" e "Detecção, Identificação e Análise das Sequências Nucleotídicas do Vírus Chikungunya e outros arbovírus, em amostras de Aedes aegypti capturados no Município de Três Lagoas", ambos coordenados pelo professor Alex Martins Machado, do Campus de Três Lagoas.

O interesse em desenvolver projetos voltados ao combate do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus vem desde 2011, quando pelo menos outros nove projetos de iniciação científica foram realizados em diversos campus da Instituição.

Um dos exemplos é a "Pesquisa Larvária de Aedes aegypti em Campo Grande". Já no âmbito das pesquisas voltadas à iniciação científica de alunos do ensino médio, diversas soluções têm sido premiadas em nível nacional e internacional, a partir das atividades desenvolvidas na UFMS e expostas na Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul - FETEC/MS, coordenada pelo professor Ivo Ojeda Leite Filho, do Instituto de Química (INQUI).

Entre eles estão os casos de alunos que fizeram pesquisas com sal que mata larvas do Aedes aegypti e óleo à base de folha de pitangueira que pode ser usado para combater o mosquito. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions