ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 14º

Cidades

Ameaçado, comandante da PM mantém a mesma segurança pessoal

Por Paulo Fernandes e Nadyenka Castro | 26/10/2011 21:21
Coronel Davi já anda com escolta por ser comandante da Polícia Militar (Foto: João Garrigó)
Coronel Davi já anda com escolta por ser comandante da Polícia Militar (Foto: João Garrigó)

Há aproximadamente 30 dias, o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David, recebeu ameaças de morte vindas de policiais envolvidos no bando que facilitava o contrabando de cigarros e outras mercadorias, mas ele garantiu, em entrevista nesta quarta-feira, que isso não intimidou o seu trabalho na frente da corporação.

Coronel Davi conta que não teve a segurança pessoal reforçada. Ele já anda com escolta em função do cargo que ocupa.

O comandante da PM não tem dúvida de que as ameaças partiram de membros da quadrilha desmantelada pelas operações Holambra e Fumus Malus e tiveram o objetivo de intimidar o trabalho de repressão ao contrabando.

A intimidação não deu certo. Vinte e três policiais militares foram presos em Mato Grosso do Sul por envolvimento no esquema criminoso. Todos são do 12º Pelotão da Polícia Militar de Naviraí.

Coronel Davi disse ainda não saber se o autor das ameaças está entre os presos nas operações, mas ao ser questionado, insinuou que elas podem ter partido de “uma pessoa poderosa”.

Nos siga no Google Notícias