A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/12/2010 11:29

Anatel reduz pela metade quarentena para números de celular

Ricardo Campos Jr.

Motivo seria possível falta de números de celular em SP

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) reduziu o tempo de quarentena para números de celulares em todo o país de 180 para 90 meses. A medida foi adotada para aumentar a quantidade de números disponíveis à população diante de uma possível falta de linhas de telefonia móvel em São Paulo.

De acordo com a assessoria de imprensa da agência, Mato Grosso do Sul está longe de um colapso de escassez de números de celular disponíveis à população. Os dados mais recentes revelam que existem 2.772.099 de aparelhos no Estado, sendo que para o DDD 67, usado em MS, existem quase 40 milhões de combinações.

Já o prefixo 11 é usado hoje por 35 milhões de pessoas principalmente na região metropolitana paulista, sendo que a disponibilidade é de 37 milhões, de acordo com informações da Folha de São Paulo.

Mato Grosso do Sul está em terceiro lugar no ranking dos estados com maior número de celulares por pessoa e empata com o Rio de Janeiro com 1,1 aparelhos por habitante.

São Paulo, onde foi prevista pela Anatel escassez de números com o prefixo 11 disponíveis até o final de 2011, está em segundo lugar no ranking, com 1,2 celulares por pessoa. Em primeiro lugar, Distrito Federal com 1,7 aparelhos por pessoa.

Quarentena – A Anatel libera certas quantidades de números de celular para que as operadoras possam vendê-los para os clientes. Quando uma pessoa cancela o número, esse código volta para a empresa que pode usá-lo novamente para outro interessado.

No entanto, segundo assessoria da Anatel, se essa revenda fosse feita imediatamente após o cancelamento, o novo cliente poderia receber ligações destinadas ao antigo, causando transtornos.

Com a diminuição no tempo, os números voltariam a ser usados mais rapidamente. Outra medida que será adotada em São Paulo, nos celulares que usam o prefixo 11 será a adição de um nono dígito nos números. As operadoras têm prazo de 24 meses para se adaptarem.

De acordo com informações da Folha de São Paulo, a Anatel vai estudar implantar mais um dígito nos números de celulares de outros estados.

A agência aprovou ainda uma mudança no compartilhamento de números da telefonia fixa com celulares. Ou seja, alguns números de celulares vão começar com 5 --até então exclusivo dos telefones fixos. Com isso, serão liberados 6,9 milhões de novos números.

(Com informações da Folha de São Paulo)

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


Pois é. não sei se os senhores da redação sabem, mais a operadora de telefonia Claro, desde a noite do dia 06/12/2010 creio que ninguém consegue inserir créditos, e só ouço informações desencontradas. Averiguem e publiquem por favor.
 
Marcelo Max em 10/12/2010 12:18:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions