A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/02/2009 17:01

André assina decreto que repassa Uneis para Segurança

Redação

O governador André Puccinelli assinou na tarde de hoje o decreto que transfere a responsabilidade das Uneis (Unidades Educacionais de Internação) da Setas (Secretaria de Trabalho e Assistência SociaL) para a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública). A decisão deve ser publicada no Diário Oficial do Estado de amanhã.

A assinatura atende solicitação dos agentes de medidas sócio-educativas, que desde novembro esperam a mudança efetiva para a Sejusp. Depois de publicado o decreto, haverá um período curto de transição e até a próxima semana, no dia 10, o processo deve estar concluído.

Em novembro, o projeto foi aprovado pela assembléia Legislativa, depois de ser debatido até em audiência pública.

Em agosto, um dos primeiros indicativos da transferência de controle foi a nomeação do coronel da Polícia Militar Hilton Villassanti, que estava da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), para a direção das Uneis.

Uma das justificativas na apresentação para o projeto seria endurecer as ações para coibir motins e fugas. Recentemente pais e agentes denunciaram abusos nas Uneis Dom Bosco, em Campo Grande e na de Três Lagoas.

Hoje os servidores das Uneis de Campo Grande iniciaram uma operação padrão dentro das unidades, e na pauta de reivindicações estava a assinatura do decreto.

"Quando a gente leva as nossas demandas para a Setas, eles falam que a transferência está para ser concretizada e nos manda para a Sejusp. Quando a gente chega lá eles dizem que também não podem fazer nada porque a transferência ainda não aconteceu. Enquanto isso, a gente não sabe para que lado correr", reclamou na manhã de hoje o presidente da Associação dos Servidores em Medidas Sócio-educativas, Valdinei Figueiredo.

Na semana passada, um agente que trabalhava na unidade de Três Lagoas foi assassinado com três tiros em um rua da cidade, o principal suspeito é um ex-interno de 15 anos de idade. O caso foi o a gota d'água para uma manifestação que ganha adesões em todo Estado. Quatro das nove unidades já paralisaram as atividades em Mato Grosso do Sul.

Nesta quarta-feira, a Unei Dom Bosco (Campo Grande) e de Três Lagoas anunciaram a paralisação. As unidades Novo Caminho, na Capital, e a unidade masculina de Dourados já haviam aderido ao movimento de greve. Ao todo, 200 dos 270 agentes estão paralisados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions