A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/07/2009 12:22

André espera por Bird para definir pacote de obras

Redação

O governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), disse hoje que ainda não tem com exatidão o tamanho do "pacote de obras" que pretende lançar em outubro. Durante entrevista a FM Cidade, ele disse que tudo vai depender de um empréstimo com o Bird (Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento).

Ele lembrou que, mesmo que os recursos internacionais não cheguem, o governo vai ter recursos próprios para dar início às obras. Contudo, Puccinelli aguarda a aprovação do empréstimo para dizer "se vai ser um pacotão ou um pacotaço".

O governador explicou que os recursos já foram solicitados, mas que ainda têm de ser avaliado em dois grupos de trabalho do governo federal e depois ser aprovado pela CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado.

De acordo com Puccinelli, durante os tempos em que a arrecadação foi superavitária o governo poupou dinheiro, o qual será usado para lançar o pacote, mesmo que menor que o pretendido. Questionado quanto ao tamanho desta reserva, ele não revelou: "mas é tudo público, está tudo nos balancetes do TCE (Tribunal de Contas)".

As obras, conforme André, serão em infra-estrutura viária, portuária, aeroportuária e construção de casas.

Histórico orçamentário - Fazendo um retrospecto da vida orçamentária do Estado o governador disse que, logo no início de seu mandato, havia um déficit de R$ 30 milhões por mês. Depois passou a sobrar R$ 50 milhões por mês.

Contudo, a crise financeira e o subfaturamento do gás comprado pela Petrobras (que tem o ICMS recolhido em Mato Grosso do Sul) "estão gerando um pequeno déficit".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions