A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/07/2013 18:15

Após 2 meses, jovem que teve 90% do corpo queimado apresenta a versão

Evelyn Souza
Local onde foram encontrados os chinelos de Hugo estava com grama queimada. (Foto: Vanderlei Aparecido/ Arquivo)Local onde foram encontrados os chinelos de Hugo estava com grama queimada. (Foto: Vanderlei Aparecido/ Arquivo)

Hugo Alves Ledesma, 29 anos, que estava internado há pouco mais de dois meses na Santa Casa de Campo Grande, recebeu alta e já está com a família. Ele contou que levou uma pancada na cabeça antes de ser queimado.

O jovem teve cerca de 90% do corpo queimado, no dia 26 de maio desse ano, no Jardim Zé Pereira.

“Ele está se recuperando em uma chácara. Sente muita falta de ar e se comunica através da escrita”, explica o irmão, Júlio Alves Ledesma, 32 anos.

Ainda segundo o irmão, Hugo fala pouco sobre o acidente e diz que se lembra de uma pancada que recebeu na cabeça. 

“Ele diz que almoçou com a namorada e que se lembra que levou uma pancada na cabeça", diz.

O delegado Luiz Carlos, do 7º DP, informou que pretende ouvir a vítima na próxima segunda-feira (5). “Vou tentar interrogá-lo através da escrita também". 

O caso é considerado um mistério para a Polícia.Isso porque ele saiu de casa para visitar a namorada e voltou com o corpo queimado, mas com as roupas intactas.

A camiseta e a bermuda que o rapaz vestia foram recolhidas e estão sendo analisadas pela perícia.

O rapaz estava internado na Santa Casa desde o dia do acidente e ficou a maior parte na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Ele recebeu alta na tarde dessa terça-feira (30).

Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...


Se ajuda a policia de alguma forma, próximo ao local onde ocorreu este fato, existe um espaço , mata adentro, que sempre foi utilizado por pessoas evangélicas para orarem, muitos passavam a noite ou até dias orando na mata, digo isso porque já fui ali várias vezes orar. Porém, de um ano pra cá, ou mais, esse mesmo espaço passou a ser frequentando por dependentes químicos, que moram na região, para se drogarem, sendo assim se tornou perigoso e muitos não estão indo ali para orar. E mesmo para quem não entra na mata se tornou perigoso, pois muitos usam , um caminho existente ali, para irem do zé pereira para a a saída de rochedo ( região do josé abrão).
 
Jose Alves Porto em 01/08/2013 08:14:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions