A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/03/2015 20:29

Após completar 11 dias, caminhoneiros resolvem suspender protestos

Mariana Rodrigues
Apenas alguns pontos foram fechados hoje e liberados às 18 horas. (Fotos: Alcides Neto)Apenas alguns pontos foram fechados hoje e liberados às 18 horas. (Fotos: Alcides Neto)

Os caminhoneiros resolveram suspender a paralisação nesta terça-feira (3) em vários pontos de Mato Grosso do Sul. Hoje alguns trechos ainda receberam os manifestantes, mas a partir de amanhã (4), as paralisações devem chegar ao fim.

De acordo com a PMRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual), foram fechados os pontos na MS-134, entre Nova Andradina e Distrito de Casa Verde, na MS-276, em Batayporã, que liga o município a Anaurilândia e a MS-480. As paralisações seguiram até às 18 horas.

Saul Steil, dono de uma transportadora, informou que as paralisações só irão retornar após o dia 10, caso o Governo Federal não entre em consenso com os caminhoneiros na reunião que está agendada para acontecer em Brasília.

Na próxima quarta-feira (10), uma reunião está marcada com a presidente Dilma Rousseff (PT), onde a classe irá apresentar as reivindicações. Eles pedem a redução do preço do óleo diesel e o estabelecimento de uma tabela de frete, que determine, no mínimo, R$ 0,85 por eixo, para o quilômetro rodado, a fim de atualizar valores com defasagem de dez anos.

Outras duas reuniões estão marcadas para amanhã, uma com os deputados estaduais e outra no período da tarde, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). "Nós temos duas reuniões agendadas para esta quarta-feira, de manhã vamos nos reunir com os deputados estaduais e durante a tarde vamos ter uma reunião com o governador. Esperamos sair dessas reuniões com boas notícias", informou Steil.

Lei dos Caminhoneiros - Ontem (2), A presidenta Dilma Rousseff sancionou sem vetos, a Lei dos Caminhoneiros, que atende reivindicações da categoria. O acordo era a liberação das estradas em todo o país, com a sansão da lei, que altera carga horária, tempo de horas extras e intervalos; além de perdoar multas por excesso de peso dos caminhões, recebidas nos últimos dois anos, e muda a responsabilidade sobre o prejuízo, entre outros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions