A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/02/2010 10:35

Após escândalo, mais uma denúncia contra hospital

Redação

Depois da briga de médicos para fazer um parto em Ivinhema, onde o bebê acabou morrendo, outra mulher está denunciando profissionais do hospital e aponta negligência como causa da morte de seu filho.

Conforme apurado pelo site Ivinotícias, Elizandra Aparecida Fernades de Azevedo perdeu a criança no dia 5 de janeiro, após procurar pelos médicos várias vezes, porque a gestação já havia passado de 40 semanas de duração.

Apesar da morte ter ocorrido há quase dois meses, somente na terça-feira desta semana Elizandra fez o boletim de ocorrência. Ela disse que na ocasião não tinha informação e não sabia que deveria procurar a polícia Civil.

Segundo apurado, no dia 4 de janeiro Elizandra se consultou com uma médica que constatou que ela estava com 40 semanas e cinco dias de gestação e disse que o bebê já deveria ter nascido. Ela foi encaminhada para o hospital e diz que um médico a atendeu e a dispensou, dizendo que não era hora de dar à luz. " Ele disse: 'você tem que ter paciência, você arruma um filho atrás do outro, a saúde não funciona do jeito que você quer e sim do jeito que eu quero...", relata Elizndra.

No dia seguinte ela disse que novamente retornou ao hospital e foi dispensada por outro médico e no dia 11 de janeiro quando novamente foi ao local uma enfermeira teria percebido que o coração da criança não batia. A mãe da criança afirma que a morte foi causada por sofrimento fetal, o que foi atestado após biopsia do cordão umbilical e da placenta. O Campo Grande News procurou a direção do hospital e a secretária de saúde do município, mas não conseguiu estabelecer contato.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions