A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/01/2016 13:54

Após frear epidemia em MS, objetivo de comitê será trabalhar a prevenção

Flávia Lima

O coordenador estadual de controle de vetores, Mauro Lucio Rosa, afirma que após reduzir o número de notificações, o objetivo do comitê criado para combater e monitorar as ações referentes a dengue no Estado será trabalhar pela prvenção, evitando que novos cenários epidêmicos se repitam nos próximos anos.

Apesar de ser lançado oficialmente nesta quinta-feira (7), o comitê já iniciou as ações, em caráter experimental, em cinco cidades de Mato Grosso do Sul. Na próxima semana, outras 17 cidades começam a receber o trabalho de combate, de forma efetiva.

Uma da principais dificuldades enfrentadas pelos agentes, segundo Mauro Lucio, ainda é a resistência de moradores, que dificultam ou até mesmo barram a entrada do agente na residência, comprometendo a eficácia da ação. "As pessoas precisam se conscientizar que a maioria dos focos está dentro das casas e se nós não pudermos agir, sempre teremos epidemias", alerta.

No entanto, esse tipo de obstáculo vem sendo combatido com mais facilidade após a adoção de tablets, onde os agentes computam as informações referentes as visitas domiciliares e envias a uma central de monitoramento, na Capital.

De posse dos dados, que são enviados em tempo real, os técnicos podem designar uma equipe especializada, com amparo legal, até a residência onde o  trabalho não foi concluído. "Seria tudo mais rápido se já houvesse essa conscientização", ressalta Mauro Lucio.

Para garantir que em até três meses a epidemia seja reduzida em 70%, as equipes podem passar a atuar, também, nos finai de semana. "Nesse primeiro momento creio que não será preciso, mas vamos avaliar o trabalho diariamente", diz. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions