A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

30/01/2013 17:25

Após mortes, Vigilância faz varredura em produtos para ressonância

Gabriel Neris
Três pessoas morreram em hospital de Campinas após exames de ressonância (Foto: Pedro Amatuzzi/ Estadão Conteúdo)Três pessoas morreram em hospital de Campinas após exames de ressonância (Foto: Pedro Amatuzzi/ Estadão Conteúdo)

As mortes de três pacientes no mesmo Hospital Vera Cruz de Campinas (SP) após passar por exames de ressonância magnética deixaram a Vigilância Sanitária de Mato Grosso do Sul em alerta. A Secretaria de Saúde do Estado investigará quais os produtos são utilizados nos hospitais e clínicas particulares.

Hoje (30), o CVS (Centro de Vigilância Sanitária) interditou cautelarmente em todo o Estado de São Paulo os produtos utilizados pelos pacientes que faleceram na terça-feira. Todos os produtos utilizados, fechados e efetivamente usados, foram recolhidos.

A coordenadora da Vigilância Sanitária do Estado, Glauce Guimarães, disse que haverá reunião amanhã para “traçar uma estratégia”. A Sesau (Secretaria de Saúde de Campo Grande) informou a Vigilância Sanitária que os lotes recolhidos em São Paulo não são utilizados na Capital, porém existe preocupação com os municípios de Três Lagoas, Corumbá e Dourados.

Glauce confirmou que caso haja necessidade também haverá interdição cautelar, a exemplo de São Paulo.

Em nota, o CBR (Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem) afirmou que “o meio de contraste é uma medicação necessária em diversas situações, que tem como objetivo melhorar a definição das imagens obtidas em exames radiológicos, entre elas a ressonância magnética”.

O comunicado diz ainda que o método radiológico é utilizado há mais de 20 anos com eficiência na detecção de doenças vasculares, do coração, neurológicas, musculoesqueléticas e abdominais. “No Brasil, a utilização de meios de contraste em métodos de diagnóstico por imagem é rotineira e os médicos recebem formação e treinamento para ministrar com total segurança esta medicação, potencializando o exame e possibilitando diagnósticos assertivos e eficientes”, completa.

Leia abaixo os nomes dos produtos recolhidos em todo o Estado de São Paulo:

Guerbet Produtos Radiológicos,com registro MS 1.4980.0016
Soro Fisiológico (NaCl) 250ml, fabricado por Eurofarma Laboratórios Ltda, Lote 252731, com validade:08/2014

Soro Fisiológico 500ml, fabricado por Eurofarma Laboratórios Ltda, Lote 249031, com validade:08/2014

Soro Fisiológico 250ml, fabricado por Eurofarma Laboratórios Ltda, Lote 245825, com validade:07/2014;

Soro Samtec 10ml, Lote SOG, validade: 02/2014;Lote SSN validade 05/2014

Soro Equipex 10ml, Lote 1230970, validade: 07/2014

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions