A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/07/2016 22:55

Após promessa de reunião na Casa Civil, indígenas desocupam ministério

Nyelder Rodrigues

Os líderes indígenas de Mato Grosso do Sul que ocuparam nesta segunda-feira (25) o auditório do Ministério da Saúde, em Brasília (DF), desocuparam o local há pouco, após receberem a promessa de que serão ouvidos em reunião na Casa Civil, nesta terça-feira (26).

Cerca de 50 índios, entre eles 44 caciques das etnias Terena e Guarani, foram até a capital brasileira reivindicar o retorno de Lindomar Ferreira ao posto de coordenador do Dsei-MS (Distrito Sanitário Especial Indigenista). O indígena terena foi exonerado hoje do cargo, sendo colocado em seu lugar Edmilson Canale.

Canale já atuou no Dsei no período em que ele foi administrado por Hilário da Silva - ele saiu em 5 de abril deste ano justamente para ser sucedido por Lindomar Terena. A queda de Lindomar gerou revolta no grupo que foi à Brasília, pois eles dizem que não foram consultados para que o ato fosse realizado.

Na semana passada, um grupo de líderes indígenas fecharam a BR-163, em Campo Grande, na saída para Cuiabá, reivindicando melhorias na Saúde Indígena estadual, cobrando a saída de Lindomar do posto.

A situação evidencia um racha entre índios em Mato Grosso do Sul, polarizando a disputa pelo poder de órgãos que tratam de assuntos indígenas entre grupos ligados a partidos de esquerda e direita no Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions