A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/03/2010 10:27

Assaltantes deixam cliente e funcionária nuas em loja

Redação

Um homem armado com revólver, aparentando 25 anos, assaltou nesta manhã a única loja de um trecho da rua Sebastião Lima, no bairro Monte Líbano, que ainda não tinha sido alvo de bandidos. A funcionária e uma cliente do local tiveram de ficar nuas, sob ameaça do ladrão.

O assalto provocou nos comerciantes vizinhos muitas reclamações sobre a falta de segurança do local e o abandono, por parte da Polícia Militar, do policiamento que era feito de bicicleta, com apoio financeiro da comunidade.

No roubo desta manhã, o bandido rendeu a funcionária da loja Katraca, na esquina da Sebastião Lima com a rua São Bento, obrigou-a a tirar a roupa e ficar em um dos provadores. Depois, fez a mesma coisa com uma cliente e depois fugiu levando duas sacolas de roupa e um celular.

Conforme a funcionária, o bandido estava de cara limpa e premeditou o crime. Ela contou que ontem ele esteve no local, com a mesma roupa de hoje, olhou vestidos e prometeu voltar depois para comprar um para a esposa.

Hoje, por volta das 8h30, logo após a abertura da loja, o rapaz voltou, pediu para embrulhar o vestido e quando a vendedora fazia isso, anunciou o assalto, obrigando-a a ficar nua e determinando a entrada no provador.

Uma cliente entrou na sequência e recebeu a mesma ordem, sob ameaça de que, se fizessem algo, seriam maltratadas. Após isso, o bandido foi embora a pé.

Insegurança - O assalto provocou nos comerciantes vizinhos da loja muitas reclamações. Eles dizem que a região tem sido alvo constante de assaltos e furtos.

O proprietário da Padaria Monte Líbano, em frente à loja, contou que o lugar já foi roubado 9 vezes desde 1991.

De outubro do ano passado para cá, segundo ele, já foram dois assaltos e uma invasão. Hélio Nantes afirma que investe em equipamentos de segurança, que já procurou o Conselho Comunitário da região, que já deu apoio aos policiamento no bairro e ainda assim a situação só piora.

Proprietário há 12 anos da banca de revista em frente à padaria, Carlos Mathias, 62 anos, contou que foi assaltado há 3 meses. Segundo ele, o roubo ocorreu depois de passar a vender crédito para celular.

Os dois comerciantes e a funcionária da loja assaltada nesta manhã disseram que hoje a polícia está ausente na região. Todos reclamaram da desativação, há um ano, do projeto de policiamento que era feito por policiais militares de bicicleta.

As bicicletas, segundo lembrou o proprietário da padaria Monte Líbano, foram compradas com apoio da comunidade, e ainda assim, as rondas foram suspensas sem explicação.

O Comando da PM informou que vai averiguar as condições de segurança no bairro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions