A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/11/2010 22:14

Associação aceita proposta de aumento de efetivo na PM

Carlos Martins

A proposta do Comando da Polícia Militar que estabelece o aumento do efetivo durante o quadriênio 2011/2014 foi aceita pela Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul. O documento foi analisado na última sexta-feira (19) pela categoria, durante uma assembleia.

Inicialmente, a associação contestava a ampliação de 60% apenas as promoções dos oficiais para o posto de coronel, cujo número deve subir de 10 para 16, mas ao analisar a proposta enviada, a categoria decidiu aceitar a ideia do governo porque ao se levar em conta à proporcionalidade (o número de soldados e cabos é bem maior) o percentual das promoções acaba se tornando linear.

Agora, a proposta do Executivo será votada em lei complementar até o final de dezembro. Pelo projeto, nos próximos quatro anos o quadro da PM deve subir dos atuais 7.523 para 9.300 policiais. O contingente de bombeiros militares que hoje é de 3.209 deve aumentar em mais 500. Ao elaborar o plano, o governador André Puccinelli (PMDB) já havia garantido que não haveria nenhuma distorção. “Todas as patentes serão contempladas”, afirmou.

“Tenho que reconhecer que a proposta nos surpreendeu e atendeu às expectativas. Pela primeira vez houve um consenso entre o Executivo e as categorias”, disse o presidente da associação, soldado Edmar Soares da Silva, que foi eleito para o cargo em março. Como exemplo, ele disse que pela proposta devem abrir 1.425 vagas para cabos. “Consequentemente estas promoções abrem mais 1.425 vagas para soldados”, observou.

O aumento do efetivo durante o quadriênio 2007/2010 foi aprovado pela Lei Complementar nº 119 de 22 de dezembro de 2006. O plano é elaborado de acordo com a população de Mato Grosso do Sul e com base em avaliações de critérios técnicos.

Segundo a Polícia Militar, nos últimos quatro anos 50 policiais foram promovidos a oficiais, 1.500 soldados ingressaram na corporação e 210 policiais foram promovidos a sargentos.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions