A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

10/01/2011 08:39

Boliviano que saiu de MS com cocaína no intestino fica 51 dias internado em SP

Ricardo Campos Jr.

Ele havia ingerido 86 cápsulas da droga

Foram apreendidos 2,891 kg de cocaína distribuída em 241 cápsulas que foram engolidas pelos acusados (Foto: Terra)Foram apreendidos 2,891 kg de cocaína distribuída em 241 cápsulas que foram engolidas pelos acusados (Foto: Terra)

O boliviano Pedro Luís Arquipa Gutierraz, 39 anos, foi liberado da Santa Casa de Presidente Venceslau (SP), onde ficou internado por 51 dias após ter ingerido 86 cápsulas de cocaína. Ele, e outros dois homens, foram presos com droga no intestino em um ônibus que ia de Campo Grande para São Paulo.

Os bolivianos Mário Yucra, de 44 anos, que havia engolido 75 cápsulas, e Leonardo Lopez Rodriguez, 34 anos, que tinha 80 porções de cocaína no intestino, expeliram o entorpecente após tomarem laxante.

Já Gutierraz expeliu apenas 33 cápsulas e precisou passar por uma cirurgia, que aconteceu no dia 19 de novembro, para a retirada do restante da droga, que aconteceu no dia 19 de novembro.

O flagrante aconteceu no dia 17 de novembro do ano passado. Equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) da Polícia Militar Rodoviária de São Paulo, ao vistoriar o ônibus, desconfiou dos 3 bolivianos que apresentavam nervosismo.

Eles passaram por exame de raio-X, que constatou a existência de droga no intestino deles. Foram apreendidos ainda documentos, passagens, uma câmera digital, vários chips, dois celulares, certa quantia em dinheiro brasileiro e U$ 100.

Foram apreendidos 2,891 kg de cocaína distribuída em 241 cápsulas que foram engolidas pelos acusados.

Enquanto Gutierraz estava internado, os outros dois foram levados para a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) da Polícia Civil de Presidente Venceslau, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados à cadeia pública local.

O terceiro boliviano foi levado à delegacia após ter recebido alta. Após autuado, foi levado, junto com Yucra e Rodriguez para a cadeia de Itaí, onde permanecerão à disposição da Justiça.

(Com informações do site Terra)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions