A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

17/09/2008 13:49

Bombeiros e Ibama definem estratégia contra incêndio

Redação

Representantes do Corpo de Bombeiros e o Ibama (Instituto do Meio Ambiente) reuniram-se hoje de manhã no Comando Geral para definirem estratégias de combate ao incêndio na região de Serra do Amolar, norte de Mato Grosso do Sul.

O incêndio, que queima parte da RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) Acorizal, teve início no fim de semana passado no alto da serra, causado por raios de uma tempestade sem chuva. As chamas já consumiram aproximadamente dez mil hectares das 30 mil hectares da Reserva possui.

O comandante-geral dos Bombeiros, coronel Ociel Ortiz disse que na segunda-feira a situação ficou mais crítica, ocasião em que uma equipe de quatro especialistas do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros foi à região para fazer uma análise detalhada da situação. Segundo o coronel, documento mostrou que há muitas dificuldades no combate ao incêndio, por ser área de morraria, com vegetação densa e difícil acesso. Foi definido que o melhor apoio de transporte deve ser feito por helicópteros, veículo com mais mobilidade de transporte dos brigadistas.

Hoje os combatentes contam com um avião, com capacidade para carregar 2.500 litros de água para despejar sobre as chamas, que realizar cerca de cinco pousos por hora. E dois helicópteros, um do Ibama e outro da Marinha do Brasil, para levar os bombeiros até as áreas de difícil acesso. A Marinha também prometeu deslocar uma embarcação com combustível para reabastecer as aeronaves, que até agora têm de ir até a cidade de Corumbá para reabastecer.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions