A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2009 14:29

Cabeleireiro de MS encontrado morto em porta-malas no RJ

Redação

O cabeleireiro coxinense, Ronan Ferreira, 48 anos, foi encontrado morto no porta-malas do próprio carro, um Jeep Cherokee que foi deixado no subsolo do shopping New York City Center, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Seguranças encontraram o corpo hoje de madrugada e a Polícia suspeita que tenha ocorrido um crime passional.

Segundo matéria publicada pelo site Edição de Notícias, o delegado da 16ª Delegacia de Polícia, Carlos Augusto Nogueira Pinto, disse que já tem alguns suspeitos e espera localizar o autor do crime até amanhã.

O sócio de Ronan, identificado apenas como Cláudio, esteve na delegacia e disse que o amigo tinha saído de casa, na noite do último domingo, para ir ao cinema com um amigo. Ele só não soube revelar a verdadeira identidade do homem, que é apontado pela Polícia como um suposto namorado de Ronan.

"Não podemos deixar de lado nenhuma possibilidade, estamos investigando todas, mas as informações passadas até agora apontam para um crime passional", afirmou o delegado da Barra da Tijuca.

O carro do cabeleireiro foi encontrado ainda ligado, às 3 horas, pelo supervisor que fazia uma ronda pelo estacionamento do shopping. Informações preliminares indicam que Ronan teria sido morto no banco do motorista ou do carona e foi levado por dentro do carro para o porta-malas. O autor das facadas ainda teria tentado limpar o sangue dos bancos.

O cabeleireiro pertence à tradicional família Ferreira, uma das fundadoras de Coxim. Muitos integrantes ainda moram na região norte de Mato Grosso do Sul.

Familiares informaram que o corpo de Ronan deve chegar em Coxim, onde será enterrado, somente na sexta-feira (06/03). Conforme a irmã, Rosimeia Ferreira, Ronan será enterrado no cemitério Central de Coxim no mesmo túmulo da mãe. O horário do sepultamento ainda não foi definido pela família.

O corpo de Ronan está no IML (Instituto Médico-Legal) e só deve ser liberado com a presença de um familiar. Ainda de acordo com Rosimeia, uma sobrinha que mora em Campo Grande foi para o Rio de Janeiro acompanhar todos os procedimentos necessários.

A irmã de Ronan, afirmou que ele investia na cidade, principalmente no ramo imobiliário. Somente no Jardim São Paulo, em Coxim, o cabeleireiro possuía seis casas de aluguel.

O laudo da necropsia ainda não estava pronto, mas, em uma avaliação preliminar, os médicos constataram uma facada do lado esquerdo, na altura do peito. (Com informações do Extra On Line).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions