ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Câncer deve atingir 41,4 mil pessoas no Centro-Oeste em 2014

Vinícius Squinelo | 27/11/2013 16:22

Em 2014, o Centro-Oeste brasileiro deverá ter 41.440 novos casos de câncer diagnosticado, segundo estimativa conjunta do Inca (Instituto Nacional do Câncer) e do Ministério da Saúde. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (27) em Brasília (DF), e ainda não foi liberado o estudo detalhado por estado.

No Centro-Oeste, a previsão é de 21.290 homens diagnosticados com a doença, e 20.150 mulheres, segundo a publicação Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil. O trabalho foi apresentado hoje, 27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer.

Em Mato Grosso do Sul, a incidência da doença entre os homens varia de 173,6 a 262,61 para cada grupo de 100 mil habitantes. Entre as mulheres, a taxa varia de 160,48 a 263,26. Nos dois casos, o percentual é o segundo maior entre os estados brasileiros. 

No Brasil devem ser 576 mil novos casos de câncer diagnosticados no próximo ano. De acordo com o Ministério da Saúde, os tipos de câncer que mais atingirão brasileiros são os de pele (182 mil casos), de próstata (68,8 mil), de mama (57,1 mil), de intestino (33 mil) e de pulmão (27 mil).

Regiões - Em relação às regiões do país, a Sudeste é a que deve ter o maior número de casos (299,7 mil), seguida das regiões Sul (116,3 mil), Nordeste (99 mil), Centro-Oeste (41,4 mil) e Norte (20 mil).

Os dados do estudo vão ser utilizados como base para novas políticas públicas na área de oncologia no país. Para a pesquisa ser feita, foram coletados dados em 23 cidades do Brasil. A estimativa do Inca acontece de dois em dois anos e, em 2012, a estimativa era de que o país teria 520 mil novos casos.

Nos siga no Google Notícias