ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Câncer deve atingir 41,4 mil pessoas no Centro-Oeste em 2014

Por Vinícius Squinelo | 27/11/2013 16:22

Em 2014, o Centro-Oeste brasileiro deverá ter 41.440 novos casos de câncer diagnosticado, segundo estimativa conjunta do Inca (Instituto Nacional do Câncer) e do Ministério da Saúde. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (27) em Brasília (DF), e ainda não foi liberado o estudo detalhado por estado.

No Centro-Oeste, a previsão é de 21.290 homens diagnosticados com a doença, e 20.150 mulheres, segundo a publicação Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil. O trabalho foi apresentado hoje, 27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer.

Em Mato Grosso do Sul, a incidência da doença entre os homens varia de 173,6 a 262,61 para cada grupo de 100 mil habitantes. Entre as mulheres, a taxa varia de 160,48 a 263,26. Nos dois casos, o percentual é o segundo maior entre os estados brasileiros. 

No Brasil devem ser 576 mil novos casos de câncer diagnosticados no próximo ano. De acordo com o Ministério da Saúde, os tipos de câncer que mais atingirão brasileiros são os de pele (182 mil casos), de próstata (68,8 mil), de mama (57,1 mil), de intestino (33 mil) e de pulmão (27 mil).

Regiões - Em relação às regiões do país, a Sudeste é a que deve ter o maior número de casos (299,7 mil), seguida das regiões Sul (116,3 mil), Nordeste (99 mil), Centro-Oeste (41,4 mil) e Norte (20 mil).

Os dados do estudo vão ser utilizados como base para novas políticas públicas na área de oncologia no país. Para a pesquisa ser feita, foram coletados dados em 23 cidades do Brasil. A estimativa do Inca acontece de dois em dois anos e, em 2012, a estimativa era de que o país teria 520 mil novos casos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário