A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/01/2015 11:31

Chuvas causam transtornos com alagamentos e queda de cinco árvores

Adriano Fernandes e Michel Faustino
Árvore na Costa e Silva (Foto: Alcides Neto)Árvore na Costa e Silva (Foto: Alcides Neto)
Árvore caiu na tarde de ontem em decorrência dos ventos fortes no José Abrão. (Foto: Marcelo Calazans)Árvore caiu na tarde de ontem em decorrência dos ventos fortes no José Abrão. (Foto: Marcelo Calazans)

A chuva que atingiu a Capital no final da tarde de segunda-feira (19) alagou ruas, e até gerou queda de árvores em alguns bairros da Capital. De acordo com o corpo de bombeiros, dentre as 19h34 da noite até 21h22, foram atingidas 5 ocorrências por quedas de árvores devido a ventania.

As Ruas Doutor Meireles, no Bairro Coronel Antonino e Avenida do Poeta no Parque dos Poderes, foram alguns dos pontos com ocorrências por quedas de árvores. Viaturas também foram acionadas para atender uma ocorrência na Rua Espirito Santo no Centro, na Travessa dos Touros no Jardim Nhanhá e Avenida Costa e Silva.

No conjunto habitacional José Abrão, o vento forte provocou a queda de uma árvore na Rua Armando Holanda, em frente ao Ceinf (Centro de Educação Infantil) Cordeirinho de Jesus na tarde de ontem. Segundo o morador João Nunes de Albuquerque, a queda ocorreu por volta das 19h. 

Mesmo com os fortes ventos e pancadas de chuva, o corpo de bombeiros não foi acionado para mais nenhuma ocorrência grave durante o temporal. A Defesa Civil também informou que não teve nenhuma ocorrência grave notificada pelo 199, contato de emergência do órgão.

A força dos ventos e da enxurrada também gerou transtornos e preocupou alguns moradores, que fizeram contato com a redação via WhatsApp. Completamente alagada ficou a rua Inconfidente, na Vila Cidade Morena, conforme relato de uma das moradoras a auxiliar de limpeza Gladis Pereira de 33 anos.

De acordo com Gladis, diversas queixas e reuniões foram feitas entre o poder publico e os moradores do bairro, mais até então, não foram tomadas providências para melhorar a situação pelo bairro. “Há a promessa de asfalto e drenagem a uns quinze anos mais nada. Entra prefeito e sai prefeito e nada foi feito”, se queixa.

Do bairro Leon Denizart Conte, foi enviado em vídeo da força das águas que tomaram conta das Ruas Vassoura e Andrade Neves. De acordo com o leitor Renan Ferreira Rodrigues, de 20 anos, o problema é recorrente sempre que chove. “Todo o bairro fica intransitável depois da chuva, não tem como poder atravessar a não ser de barco”, brincou o rapaz.

Outro registro surpreendente foi enviado pelo estudante Eduardo Silva, de 18 anos. Durante a primeira hora de temporal, o estudante filmou a ventania de dentro do Terminal Júlio de Castilho, no Jardim Panamá.

A forte enxurrada também foi registrada no Altos da A venida Afonso Pena, pelo vigilante Cicero Nunes Marinho, de 32 anos.

Maioria prefere pagar taxa de lixo em fatura separada, aponta enquete
A maioria dos leitores participantes da enquete da semana diz que prefere pagar a taxa do lixo em um boleto separado da fatura de água ou luz. O valo...
Homem é baleado nas costas enquanto caminhava na 14 de Julho
Jovem de 23 anos foi baleado nas costas enquanto caminhava na Rua 14 de Julho, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. Hugo Vinícius Crisanto de Lima fo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions