A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/01/2016 07:48

"Da morte para a vida": missionário é preso por tráfico de drogas

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Imagem da capa de um DVD do missionário Kleber Santos, obtida pela polícia. (Foto: Divulgação / PM)Imagem da capa de um DVD do missionário Kleber Santos, obtida pela polícia. (Foto: Divulgação / PM)

Kleber Elias Pereira Santos, 29 anos, identificado como um missionário religioso, foi preso por tráfico de drogas na noite de ontem (12), na Avenida Afonso Pena, em frente ao Hospital São Lucas, no Centro de Campo Grande. Ele estava com pedras de crack e cocaína.

Conforme boletim de ocorrência, polícias do Batalhão de Choque faziam rondas na região, quando receberam denúncia de que um autor de furto estava no estacionamento de um mercado na Avenida 13 de Maio.

Os militares foram até o endereço e conseguiram abordar o suspeito, que disse ser usuário de drogas e que havia furtado o estabelecimento para pagar e comprar mais entorpecente de um traficante, identificado como Kleber, que seria responsável por abastecer a região da antiga Rodoviária.

O suspeito de ter cometido o furto, então, levou os policiais até o local onde Kleber estava. O missionário foi localizado com um veículo Ford Fiesta, de cor preta, da cidade de Bauru (SP). No veículo, foram encontradas pedras de crack e várias porções de pasta base de cocaína.

Sobre os materiais furtados, Kleber disse que os objetos estavam em sua residência. Na casa dele, na Vila Palmira, foram encontrados os produtos de furto. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas e levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Da morte para a vida – Vasculhando o passado de Kleber, os policiais encontraram notícias do que seriam relatos sobre a vida dele. Mototaxista no interior paulista, ele teria um sofrido um acidente, chegando a ser considerado morto e encaminhado para um necrotério: "tossi e a mulher saiu correndo, desesperada", conta ele.

De volta ao hospital, segundo os relatos, ficou em coma por 16 dias. Após a visita de um pastor e muitas orações, ele teria se recuperado, ficando com apenas algumas sequelas.

A experiência, então, o teria aproximado da religião. Consta que é esta a história que Kleber conta em suas missões religiosas.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions