A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/01/2014 09:27

"Rolezinho" na Capital ganha adeptos e até vira alvo de gozação no Facebook

Luciana Brazil
Página do movimento no Facebook. (Reprodução)Página do movimento no Facebook. (Reprodução)

Mais de 850 pessoas no Facebook já confirmaram presença no “rolezinho” do Shopping Campo Grande, marcado para o próximo domingo, 26, às 16h20. Quase 9 mil internautas já foram convidados a participar do “evento” marcado pelas redes sociais.

O movimento tem ganhado força na Capital. Há seis dias, eram apenas 209 pessoas confirmadas no “rolezinho”.

Depois de causarem preocupação e pânico nos shoppings de São Paulo, o movimento chegou a Campo Grande.

Além de adesão, na Capital o movimento virou também motivo de gozação. A usuária do Facebook Nádia Dutra aproveitou a página do evento para ironizar. “Capinar um terreno é mais produtivo e ninguém quer, né???”

Outro usuário também satiriza. “rolezinho??? Mano, trabalhar no meu lugar ninguém quer, né?”, escreveu Magno Mustang.

Outro usuário publica até um "passo a passo" de como capinar o terreno que fica ao lado de sua casa.

Entre os que aprovam e os que condenam o “rolezinho”, alguns também estão indecisos em participar. Ao todo, 266 pessoas marcaram “talvez” na página do evento.

Facebook- “Demorô CG! Um salve pra quem curte dar um rolê firmeza e ainda expor as contradições hipócritas da elite brasileira racista! Que o bonde seja formado, pois o rolezinho nos espera! Xora burguesia! Kkkkkkk CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA! RACISMO NÃO! É nóis que luta!”, diz o principal mote do movimento, que vem ganhando força nas redes sociais em todo o País.

Polícia- Recentemente o comandante da Polícia Militar do Estado, coronel Carlos Alberto David, garantiu que os manifestantes iriam “quebrar a cara” se fizessem algum “rolezinho” no Estado.

“Entrei em contato com outros comandantes para organizarmos o nosso planejamento. Os protestantes vão se decepcionar se pretenderem fazer alguma coisa”, afirmou o comandante.

A assessoria de imprensa do Shopping afirmou que o centro comercial "está adotando todas as medidas para garantir a segurança dos clientes, lojistas e colaboradores".

Comandante da PM avisa que quem fizer "rolezinho" vai quebrar a cara
Mesmo em férias e a quilômetros de distância da Capital, o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, está “antenado” na...
Em MS, chance de ser morta é 34% maior para mulheres negras
Mulheres negras de 15 a 29 anos correm 34% mais risco de serem assassinadas que mulheres brancas, na mesma faixa etária, em Mato Grosso do Sul. O dad...


Na boa, a polícia não devia "quebrar a cara" dos manifestantes, e sim dos vândalos! o povo só está fazendo sua parte e protestando pelos seus direitos e pelo seu caráter... O Brasil sem tantas manifestações já esta desse jeito, imagina sem o povo mostrar que quer melhoras? Policiais deviam apoiar até, afinal eles fazem parte do povo e o dinheiro deles também estão lá sendo desviados. Tanta gente que sofre preconceito nesse mundo, e os policiais não se põe no lugar dessas pessoas que sofrem descriminações, quero ver se fosse com eles como iria ser ruim. Não sou negra, mas sim sou a favor de protestos, afinal o Brasil precisa de mais humildade.
 
Nathália Maciel em 23/01/2014 00:40:35
Vou dar uma ideia boa pra vocês que querem destruir e arruinar a diversão e o trabalho das pessoas.Porque vocês não fazem um (ROLEZINHO) sobre a prevenção da (DENGUE)
seria ótimo todos iriam ficar felizes
Obrigado...
 
Diego Henrique Mendes em 21/01/2014 16:08:01
Quero ver organizar um rolezinho no Shopping China.
Ali quero ver esse bando de desocupados entrar fazendo baderna, ali quero ver socialistas reclamando.
 
Geraldo Garcia Antero em 20/01/2014 22:01:08
Essa esquerdalha chega ser cômica .....Poderiam aproveitar o ensejo e pedir uma revisão no estatuto do "dimenor",em vez de ficarem proferindo tantas besteiras!!
 
gladis alaia em 20/01/2014 17:13:34
Achei ótimo o comentário do Anderson Roque, e complementando, eles poderiam dar uma passada nos asilos da cidade, e levar alimentos, roupas e outros suprimentos pra eles e perguntar se os velhinhos estão precisando de algo a mais, ir nos orfanatos e levar brinquedos pra criançadas e dar atenção pra elas, e andar pela cidade e dar mantimentos aos mendigos e pessoas carentes, e assim esse movimento teria algum sentido. Essa organização no shopping tem tudo para virar uma grande confusão, e atrapalhar os trabalhos dos logistas e funcionários que ali estão dignamente.
 
Ulisses Silva em 20/01/2014 16:32:34
Dar um rolezinho na escola, assistir todas as aulas, estudar e ter uma qualificação ninguém quer também!Mais fácil entrar na onda e tentar tudo de grátis e de mão beijada!Pobreza não é desculpa para baderna e bandidagem, busquem honestidade no trabalho, estudo e determinação!
 
Giovanni Adelino Gonçalves em 20/01/2014 15:31:30
rolezinho é coisa de malandro que para ficar na vagabundagem inventa estas bobagens e depois fica querendo uma de "consciência social". ai recebe apoio de uns e outros que se acham super "sociais e entendedores da sociedade" mas também nunca fizeram nada pelo povo, ai aparece os "estudantes" que vem com aquele discursinho já manjado de sempre de consciência, liberdade, burguesia bla´, blá, blá.
só para lembrar é dos impostos dos burgueses que sai o sustendo destas bolsas que vocês ganham. vê se jovem que trabalha mesmo e estuda de verdade tem tempo para essas bobagens. Quer ir ao shopping vai, ué o que te impede? agora quer fazer bagunça tumulto porque alguém lá não sei onde inventou? jovens se acham espertos, criativos, nada mais são que copiadores de idéias dos outros e ruins ainda.
 
marcel dos santos nobre em 20/01/2014 15:01:06
Eu sugiro um "rolezinho" nas bibliotecas, nos museus... Talvez quem sabe suas mentes se iluminem e descubram que quer subir na vida e ter dinheiro para comprar tudo o que deseja tem que começar estudando e trabalhando pois do ceu só cai chuva e raio na cabeça!
 
Maria Aparecida Fraga Ferreira em 20/01/2014 14:53:35
q tal em vez de vcs irem la no Rolezinho q tal dar um pulinho la na FUNSAT
Funsat oferece nesta segunda-feira 770 oportunidades de emprego
A Funsat (Fundação Social do Trabalho) oferece nesta segunda-feira (20), 770 oportunidade de emprego. As vagas que estão em destaque são: 100 vagas para operador de telemarketing, 61 vagas para pedre...
 
Wellington Moreira em 20/01/2014 14:20:14
Sugestão para os que vão participar do rolezinho: Que tal na véspera dia, 25 fazerem um senhor rolezinho lá no Hemosul, tão precisando de sangue de todos os tipos, e pela quantidade de participantes, daria prá juntar um bom estoque; seria legal não? Vamos nessa???? vamos mostrar que não é coisa de gente desocupada e sim comprometida com a "inclusão social", vamos começar por aí?.
 
Anderson Roque em 20/01/2014 12:48:00
Da um.rolezinho na funtrab nimguem quer vao trabalha seus desocupados
 
roberto carlos em 20/01/2014 12:43:10
tenho 02 filhos 01 de 21 anos e outro de 18 anos, e digo para eles. quer dar um grito de acesso ao consumo; trabalhe ganhe dinheiro e va comprar suas coisas em qualquer loja nao precisa de rolezinhoem shopping, isso e coisa de desocupada e egoncentriaco, ja que o shopping boicota algumas classes sociais, se reunam e boicote os shoppings, tem tanto lugares onde vcs podem comprar suas coisas. Enfim e um pretesto tosco e sem justificativa, vao trabalhar sua cambada de vagabundos, e óh! policia haja com rigor, e pais procurem dar limite aos seus filhos. Falei e ta falado!!!
 
Gilson de Almeida em 20/01/2014 12:22:44
mato grosso do sul tem chefe politico e pm competente, malandro aqui não faz gracinha, o bicho pega de verdade.
 
francisco lima em 20/01/2014 12:18:28
Porque não fazem um rolezinho no HEMOSUL de Campo Grande, rolezinho numa agencia de emprego... aí ninguém quer né !?
 
JOSE DA SILVA em 20/01/2014 12:18:03
Fazer rolezinho no Shopping Campo Grande é mole. Quero ver fazer no Norte e Sul ou no novo shopping (esse sim, templo de consumo na visão desse povo) e ter peito de ver a periferia de verdade chegar junto, com o pessoal da Marcos Roberto, Nhanhá ou Nova Lima. Se fosse da periferia a organização mesmo, estariam fechados lá. Vão no grupo e vejam que os organizadores são jovens de classe média com ideias socialistas, acadêmicos de uma universidade local e como são filhinhos de papai achando que estão dando o grito revolucionário socialista, foram fazer isso onde é mais seguro e o acesso da periferia mesmo é mais difícil.OUTRA:DISCRIMINAÇÃO,PRECONCEITO O CAÇAMBA. Sou pobre e sempre fui onde quis com EDUCAÇÃO. O problema é comportamento/ medo de arruaça/prejuízo e não CAPITALISMO.
 
Mirian costa em 20/01/2014 11:53:41
Tenho certeza que a PM vai adorar fazer parte desse rolezinho.
 
Karina Lopes em 20/01/2014 11:47:35
Protestar em forma de estudo e trabalho ninguém quer né????
 
Renata Antunes em 20/01/2014 11:28:34
Que tal a PM marcar um Rolêzinho para o mesmo dia?
E olha que Rolê... vai dar tudo certo!!
 
Elza Alves de Matos em 20/01/2014 11:28:11
Que tal fazer rolê, contra a impunidade dos envolvidos na corrupção da saúde, tanto na esfera estadual e municipal pois a CPI virou em pizza, acordem jovem o Brasil esta nas suas mãos, no próximo pleito temos que, banir os nobres deputados que estão no poder pois não tiveram peito pra punir os envolvidos nesta corrupção da saúde.
 
Felipe Salinas Ávalos em 20/01/2014 11:27:32
Acho tão estranho! Esse tal rolezinho nasceu de um grupo de jovens em São Paulo com intuito de encontro pra ouvir música, alguma coisa coisa do gênero. Na verdade nem era pra ser dentro do shopping e sim no estacionamento; acabaram entrando pq os seguranças perceberam grande numero de pessoas e imaginaram ser um arrastão; houve um desentendimento e aí entraram. Não tinha caráter social nenhum, criminalização de nada e nem tampouco bandeira de coisa alguma. O shopping pode impedir? Sim, se alegar não ter estrutura pra receber todos de uma só vez. Seria algo como alguém que tenha 500 conhecidos e algum deles marcar um encontro de todos em sua casa e lá chegassem num sábado as 20 horas; bom, 50 entram os outros 450 ficam aí fora e se quiserem entram depois, diria o dono da casa. Simples assim
 
Valter Castilho em 20/01/2014 11:26:45
Os Shopping Centers são empreendimentos privados sim mas os espaços comerciais tornam-se públicos quando frequentados por consumidores que tanto pode estar fazendo suas compras ou mesmo em busca de lazer. O espaço é de todos e o privado e o público se interagem sim em termos de direitos e obrigações tanto de quem consome e de quem presta serviço, trata-se de uma relação de consumo de inter-relacionamento social, cultural, racial, econômico.......
 
ireomar Souza Ferreira em 20/01/2014 11:23:52
DANIEL FERRARI: melhor comentário até agora sobre esse assunto! Essa gurizada de hoje só fica reclamando de quem tem mais condições financeiras que eles, como se a pobreza deles fosse consequência do sucesso dos outros. É bem isso que você falou: não trabalha pra ver se a coisa muda... O pior é que daí vai trabalhar e na primeira semana já compra celular que nem rico tem, tênis de marca, calça, óculos... Aí também não adianta. Antes de reclamarem de hipocrisia deviam rever a inveja que sentem dos outros. Quer ir no shopping? Vai, ninguém vai proibir. Agora, pra que ir de galera? Até se fosse uma multidão de playboys a Segurança iria intervir, pois multidão = confusão. Aí eles me vêm com papinho de que é discriminação... coitadinhos.
 
Paulo Medeiros em 20/01/2014 11:12:52
"Criminalização da pobreza" Ah conta outra isso é desculpa para baderna sim! Sempre morei em periferia em SP e eu e meus amigos de todas as raças sempre fomos a cinema e lanchar no shopping e nunca fomos discriminados, bem, fazer compras já outra coisa sempre tivemos consciência de que comprar nas lojas de rua e, muitas vezes os mesmos produtos eram muito mais baratos. Tão é posando de "coitadinhos" e arrumando desculpa para fazer baderna. Que tal marcar protestos em forma e ação social? Ah não eles são os "coitados" não existe ninguém que sofra mais que eles.
 
Giovanna Moraes em 20/01/2014 10:51:34
Que falta de originalidade desse povo copista!!
 
Ivanilda Mendes em 20/01/2014 10:50:50
Ah pronto, deviam mudar o nome do Rolezinho pra Borrachinha, pois é isso que esse povo vai ganhar no shopping, barrachada de todos os lados, fico com dó das meninas, mas ao mesmo tempo se está disposta a ir no meio da galera também tá pronta pra sua primeira borrachada, é uma ignorancia muito grande, esses meninos não sabem o que é preconceito, tão vivendo de boa hoje, os organizadores nada mais são do que infratores que precisam de distração para furtar lojas no shopping, e os trouxas que os seguem, são a distração, vamos lá, dia 26 eu vou só pra ver a distribuição de borracha, afinal tá começando as aulas né?
 
maximiliano nahas em 20/01/2014 10:48:16
Isso tudo é reflexo do E.C.A que impede o trabalho aos menores desocupados.
 
Sandro Lima em 20/01/2014 10:47:32
Esse governo petista já deu no que tinha que dar, isso que dá governar para os ditos "excluídos", mas que na verdade não passam de baderneiros e oportunistas.Tudo agora é preconceito, tá um saco viver desse jeito. Acho que merecemos um governo mais sério, que bote cada um no seu lugar. Acho que essa tal democracia que vivemos está sendo mal interpretada. Ah! não sou rica, nem negra, nem homossexual, nem indígena, nem branca, ou seja, não sou considerada nada nesse país medíocre.
 
Nice Soares em 20/01/2014 10:47:10
Agora tudo que o povo das outras capitais fazem alguns desocupados de campo grande também querem fazer? Querem fazer algo de verdade façam, rolézinhos para arrecadarem mantimentos para as pessoas que moram nas partes criticas de campo grande façam rolézinhos para pintar pichações que "marginais" fazem aqui na capital. Agora jovens se reunirem para fazer badernas isso é intolerável! E ainda querem colocar justificativa de que é pela DISCRIMINAÇÃO DA POBREZA E RACISMO, papo furado, alguns podem até estar ali para um fim humanitário mais aposto que mais de 90% esta por pura "maria vai com as outras".
 
Maycon Caceres em 20/01/2014 10:43:47
Simples, é só controlar a entrada desses " projetos de sem ter o que fazer" e proibir menores desacompanhados dos pais, sem violência, sem alarde, sem dar a eles o que eles querem!! Apenas o shopping usar seguranças para controlar o numero de pessoas dentro do shopping, deixá-los no sol do lado de fora, até sair uma quantidade... com certeza desistirão e não acharão mais graça e não precisaremos nem da policia já que e um problema do shopping. Coloca apenas barreiras policiais na afonso pena, fazendo revista geral nas ruas, sem discriminação.
 
Ana Carolina em 20/01/2014 10:42:35
E a Rincolândia continua reaça!
 
JESSICA MACHADO em 20/01/2014 10:34:58
A policia tem que chegar o cacete neste pessoal do rolezinho.
O Coronel Carlos Alberto David, tem que cumprir sua promessa e fazer linha dura contra estes baderneiros.
A segurança dos shoppings também precisa se mobilizar e ficar de prontidão, para agir de imediato, caso seja necessário.
Temos que evitar que a baderna se alastre, e que o bem público ou bem particular seja depredado e danificado pelos vândalos.
 
VALDIR VILLA NOVA em 20/01/2014 10:34:31
A burguesia só é burguesia porque ao invés de fazer rolezinho e manifestação trabalhou duro para conseguir alguma coisa. Não trabalha não para ver se cai do céu. Vão trabalhar.
 
daniel ferrari em 20/01/2014 10:32:33
Pra mim, o problema é apenas o tumulto, volume grande de pessoas, não importa o valor das pessoas, nem cor.
Então ja evito estar em lugares tumultuados, como o shopping na sexta e sabado de noite, balnearios aos domingos, altos da afonso pena e similares, no final de tarde de domingo, viagens a lugares turisticos em épocas consideradas de alta temporada.
Eu ja evito isto, porque existem varios problemas, como dificuldade de locomoção, problemas no atendimentos em estabelecimentos, preços elevados...
 
Romeu Luitz em 20/01/2014 10:14:02
E vão quebrar a cara mesmo! Até porque Shopping é um espaço "PRIVADO" !!!! Éhhh criançada, é isso mesmo que vocês leram, lá não é público onde você acha que pode fazer uso como se fosse para todos.. É como se fosse a sua casa, você recebe QUEM VOCÊ QUER, é um local para passeio e compras.. E se há baderna, nada mais seria do que um tiro no próprio pé, perpetuando a ideia de que são realmente movimentos marginalizados.. Conceito bem pequeno de "racismo" essa fan page aí..
 
Michael Angelo em 20/01/2014 10:13:32
Pois é gente, mas temos que ficar de olho vivo nos outros shoppings também, a segurança tem que estar reforçada em todos, porque eles podem resolver mudar de lugar...#ficaadica
 
Elizangela Silva em 20/01/2014 10:10:55
FOI MUITO BOM SABER DESTA DATA, POIS SÓ ASSIM PESSOAS DO BEM, COMO FAMILIAS ,NÃO VÃO APARECER LÁ... ONDE EXISTE BADERNA NÃO DÁ PARA CONFIAR, SABENDO PELE TV COMO ISTO FUNCIIONA SÓ LOUCOS PARA APARECER NUM LUGAR ASSIM....
 
ELY MONTEIRO em 20/01/2014 09:57:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions