A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

27/02/2019 11:35

“Seria fatal para aquela família”, relata PM sobre carro arrastado para córrego

Policiais que socorreram mãe e filho foram homenageados da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira

Anahi Zurutuza, Ronie Cruz e Leonardo Rocha
Policiais militares que fizeram resgate de mãe e filho no local onde carro estava sendo arrastado (Foto: Henrique Kawaminami)Policiais militares que fizeram resgate de mãe e filho no local onde carro estava sendo arrastado (Foto: Henrique Kawaminami)

“Se andasse mais 15 metros, iria direto par o leito do rio e com certeza seria fatal para aquela família”. O trecho do relato do sargento Ronei Marques, que junto com outros quatro policiais militares conseguiram salvar da morte uma mulher de 45 anos e o filho dela, de 5, presos dentro de um Hyundai HB20 no meio da enxurrada no cruzamento das avenida Ernesto Geisel com a Euler de Azevedo.

A equipe foi homenageada pela bravura na manhã desta quarta-feira na Assembleia Legislativa. Os cinco PMs ganharam uma moção de congratulação assinada pelos 24 deputados estaduais.

O PM conta que ele e a equipe faziam o trabalho de ronda escola quando, no fim da manhã desta terça-feira (26), foram avisados que carros estavam sendo arrastados pela água da chuva que havia tomando ao Ernesto Geisel com a Rachid Neder. “Fomos impedidos de chegar por causa da enchente, pegamos um atalho pela Euler de Azevedo e nos deparamos com um veículo em uma situação mais grave, sendo levado, com uma família dentro”.

Veja os vídeo dos momentos de desespero da família dentro do carro e do resgate:

O policial militar explica que o Corpo de Bombeiros já havia sido acionado, mas por causa do caos instalado durante o temporal tinha dificuldade para chegar ao ponto de alagamento. A equipe decidiu se arriscar em meio à enxurrada, mesmo sem a estrutura adequada. “Nossa preocupação era com a morte daquela família”.

A primeira tentativa de resgate foi em vão. Os policiais conseguiram uma corda velha para amarrarem na cintura e esta arrebentou. Só depois, outra corda, mais nova, por emprestada e foi possível amarrar o veículo e resgatar a criança e a mãe sem que ninguém fosse levado pela força da água.

O primeiro-sargento Rodson Cleiver Viana da Cruz também entrou na enchente. “Nós ficamos na tentativa de salvá-los uns 25 minutos. Algumas tentativas frustradas devido a forte correnteza”, completou.

Outros três policiais –os cabos Ednaldo Vital do Nascimento Junior, João Mendes de Almeida e Samuel Barbosa de Lima– participaram do resgate segurando a corda e puxando os PMs e as vítimas para fora da água.

Policiais homenageados (com uniforme escuro) posam para foto; no meio e em pé, está o comandante da PM, coronel Waldir Ribeiro Acosta (Foto: Leonardo Rocha)Policiais homenageados (com uniforme escuro) posam para foto; no meio e em pé, está o comandante da PM, coronel Waldir Ribeiro Acosta (Foto: Leonardo Rocha)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions