A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

18/04/2019 13:36

"Um cara bacana, foi uma tristeza", diz vizinho de vendedor assassinado

Vizinhos acordaram com a notícia da morte do vendedor Valério Encina, 47 anos, esfaqueado 14 vezes

Silvia Frias e Clayton Neves
Valério Encina foi encontrado morto dentro do carro, no Jardim Leblon (Foto/Reprodução: Facebook)Valério Encina foi encontrado morto dentro do carro, no Jardim Leblon (Foto/Reprodução: Facebook)

A notícia da morte do vendedor Valério Encina, 47 anos, causou consternação entre vizinhos no bairro Caiçara, em Campo Grande. O homem foi assassinado com 14 facadas e o corpo encontrado dentro do carro, no Jardim Leblon.

Na casa de Valério, muitos familiares reuniram-se e aguardam os trâmites da liberação do corpo e início do velório. Apenas uma cunhada conversou com a reportagem e limitou-se a dizer que “ele era uma excelente pessoa”. Depois, pediu licença e entrou na casa.

Na vizinhança, a sensação era de incredulidade. “Ele era um cara bacana, não mexia com a vida de ninguém, foi uma tristeza o que aconteceu”, disse o músico Henrique Perez, 38 anos. Ele recorda-se que conheceu Valério no desfile do bloco Jacaré Banguela. Segundo o músico, o vendedor mora no bairro há cerca de quatro anos.

A dona de casa Francisca de Oliveira Arante, 58 anos, disse que ele e o companheiro sempre foram educados com a vizinhança. “Ninguém tem o que falar de ruim deles”.

Um vizinho de 34 anos, que preferiu não se identificar, notou a movimentação intensa na casa logo cedo, por volta das 7h. Quando vi pessoas chorando, pensou: “Deve ter morrido alguém”.

O corpo de Valério Encina foi encontrado dentro do carro, na Rua Clineu da Costa Moraes, no Jardim Leblon. De acordo com boletim de ocorrência, o companheiro dele relatou que o vendedor saiu de casa por volta das 4h para passar em uma conveniência e comprar bebidas.

Imagens de circuito de segurança mostram o carro conduzido por Valério passando em velocidade reduzida na rua, parando depois de subir na calçada e bater em um muro, o que teria ocorrido às 4h08.

O corpo dele foi encontrado por motorista de aplicativo que passava pela rua e viu o carro encostado no muro. A testemunha se aproximou do automóvel e percebeu que havia uma pessoa dentro dele. A polícia foi acionada e constatou a morte de Valério.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions