A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/01/2015 08:07

À espera de reforço policial, mudança da Cidade de Deus é suspensa

Aline dos Santos
No último dia 12, máquinas trabalhavam em área que vai receber favela no Noroeste. (Foto: Alcides Neto)No último dia 12, máquinas trabalhavam em área que vai receber favela no Noroeste. (Foto: Alcides Neto)

Prevista para acontecer até hoje, 15 de janeiro, a transferência da favela Cidade de Deus para o Jardim Noroeste foi adiada e não tem nova data para acontecer.

De acordo com o procurador-geral do município, Fábio Castro Leandro, oficiais de justiça requisitaram presença policial. Segundo ele, a parte de logística está pronta. “Mas precisamos de mais segurança. A Secretaria de Segurança Pública do Estado vai ajudar nisso”, diz.

A transferência da favela Cidade de Deus, nas imediações do lixão, bairro Dom Antônio Barbosa, na saída para Sidrolândia, foi definida pela Justiça em 5 de dezembro de 2014. Além dos 25 quilômetros de distância, o desafio é dotar o novo endereço com infraestrutura, escola, atendimento médico e linhas de ônibus para atender as 240 famílias.

A mudança também resultou em desapropriações e briga por área no Jardim Noroeste. No dia 30 de dezembro do ano passado, Arthur Altounian obteve na Justiça a reintegração de posse. Ele denunciou que a Prefeitura de Campo Grande invadiu área particular.

No dia 7 de janeiro, a prefeitura desapropriou a área de 4,8 mil metros quadrados e a defesa do aposentado prometeu recorrer da decisão. Nesta semana, mais seis lotes foram desapropriados. No Jardim Noroeste, o terreno, novo endereço da famílias, já tem postes para energia elétrica e hidrômetros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions