A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/04/2012 12:35

Acusado de fraudar R$ 15 milhões em impostos, militar segue trabalhando

Aline dos Santos

Conforme o Exército, só pode ser aberto um IPM (Inquérito Policial Militar) após a PF concluir a investigação

Acusado de fraudar R$ 15 milhões ao fazer declarações de Imposto de Renda de terceiros, o suboficial do Exército continua trabalhando normalmente. Na última quarta-feira, a PF (Polícia Federal) apreendeu documentos na casa do militar, que teve somente as iniciais divulgadas: M.C.R.C.

Conforme o Exército, só pode ser aberto um IPM (Inquérito Policial Militar) após a PF concluir a investigação. O acusado foi detido e, após prestar depoimento, foi liberado.

O suspeito não quis colaborar com a investigação. Conforme a PF, ele poderá responder por inserção de dados falsos, estelionato e falsificação de documentos. O acusado não foi preso porque não houve flagrante.

De acordo com a Receita Federal, as fraudes ocorrem pelo menos desde 2008, envolvendo entre mil e 1.500 contribuintes. A investigação começou há um ano. A Receita puxou o fio da meada ao observar que um mesmo CNPJ de um plano de previdência privada se repetia em inúmeras declarações. Além de pagamentos fictícios, eram criados dependentes falsos.

O acusado não é contador, mas era pago para fazer declarações. Ele recebia R$ 70, mais percentual de 10% sobre o valor da restituição. Ou seja, muitas vezes o contribuinte lhe repassava as informações corretas, mas ele forjava os dados para inflar o valor a ser restituído.



Se você não está satisfeito com o seu trabalho, por ganhar pouco, ter condições desfavoráveis, classe desvalorizada, etc; desenvolva-se, estude e busque algo melhor para si. Dizer que alguém se enveredou por caminhos ilícitos por razões como essas é arranjar subterfúgios para minimizar a ganância de pessoas de má índole - o que é bem comum no nosso país, lamentavelmente.
 
Carlos Ramos em 01/05/2012 11:04:27
Serve de alerta para quem procura aventurar-se com quem não presta. Agora senhor Fernado, não saber dizer não é uma questão entre sim e não, se ele fez isso é porque ele sabia do que estava fazendo. É que ele achou que a Receita Federal é besta igual a um povo medilcre que vota em cidadões que só estão la para ferar com o memo povo que colocou ele la. SE LIGA. Parabens a RFB, pelo eu Otimo desempe
 
jose carlos em 01/05/2012 09:31:23
Olha Senhor Pedro Braga, só se for no Exército ou porque "buliu"no dinheiro do Leão que esse cidadão será expulso. Porque os PMs que mataram o Comandante de Cassilândia, estão trabalhando normalmente e o único que está preso, está fazendo curso de Cabo...Seria a tal certeza da impunidade?
 
Maria Aparecida Eufrásia da Silva em 01/05/2012 08:59:39
É lamentável que algumas pessoas queiram justificar tal delito ao soldo do militar, inclusive compará-lo com o soldo da PM. Sabemos que desvio de conduta é uma questão de caráter, hombridade eu diria que de educação, não aquelas de escola!!!
Como diria a vovó o que entorta a boca é o cachimbo, ou seja pessoas se esqueceram dos princípios básicos de honestidade.
 
João Carlos Leite em 01/05/2012 08:31:36
Muito me admira que diz que militar do Exercito ganha pouco ....Mas a regra e a Mesma para todos ...``nao da para voce...pede pra sair...´´ alem do mais pra que serve Os militares do Brasil se a maioria nao consegue ser nem militar profissional... pois Se realmente pensasse como militar nao estaria lesando a pattria a qual ganha para defender...
 
Adir Jorge Diniz em 01/05/2012 08:07:53
Vamos lá os acusadores são bastantes rsrsr agora quero ver quem nunca sonegou imposto... e as comprinhas em Ponta Porã??É caros amigos estamos jugando, mas na semana passada teve uma caminhada contra a corrupção por incrivel que pareça aonde estavam os acusadores ?!?!?!E sim se trata de um cidadão como qualquer outro, se jugue antes de jugar os outros!
 
Leonardo Souza em 01/05/2012 02:04:18
É tanto politico que rouba e sonega e ninguém faz nada. Agora uma pessoa sonega R$ 1 real a PF vai em cima. O Politico pode roubar neh?
 
Vanderson Fávaro em 01/05/2012 01:57:58
esse cidadão se assim que devemos nos dirigir a essa pessoa deve ser no futuro um politico pois começa assim tendo um digamos caso de policia para ele ficar famoso que na verdade vai acabar em bela fatia de [ ] todo mundo sabe do que se trata quem tem dinheiro neste pais, e nossa justiça que só pune pobre que não tem um digamos assim um bom advogado .
 
antonio carlos ribeiro de almeida em 30/04/2012 09:10:12
IMAGINEM SE O EXERCITO GANHA POUCO IMAGINE O TRABALHADOR BRASILEIRO, PENSE BEM O EXERCITO TEM ASSISTENCIA MEDICA, APOSENTADORIA ESPECIAL E OUTRAS VANTAGENS MAIS QUE NÃO SÃO DIVULGADAS.
 
LUIZ FERNANDO FISCHER em 30/04/2012 08:42:02
Soldo defasado e baixos salários não justificam o cometimento de crime! Se fosse assim, todos que ganham salário mínimo seriam criminosos em potencial!
 
Carlos Renato Lopes em 30/04/2012 08:29:06
Talvez o Suboficial tenha se sujeitado a envolver-se em falcatruas em funçao do baixo soldo e, possivelmente responderá a I.P.M. O Suboficial está sendo submetido ao rigor da lei.E a família do Senhor José C. Bumlai,que segundo o M.P.F.,vendeu terra superfaturada para o Incra em Corumbá,pelo valor de R$21 milhões,mas nao valia tudo isso?O compadre,nunca antes na historia deste país ...se fez tanto
 
Fernando Dias em 30/04/2012 07:21:20
pode apostar na prescriçao dos supostos crimes. kkk . alem da presunçao de inocencia .
o brasil é uma MÃE!
 
janilson cavalcante em 30/04/2012 07:05:08
Com certeza vão usar ferro e fogo com este militar por uma mixaria, em comparação com as verbas públicas desviadas pelos políticos corruptos de MS, lembram DENIT, cadê os corruptos !!!!!!, calaram a boca de todo mundo, vendaram todos e vai acabar em Bois nas fazendas destes ladrões do cofre público. CADEIA EM TODO MUNDO.
 
mauricio da silva em 30/04/2012 06:57:34
Se a tabela de imposto de renda acompanhasse a inflação, muitos trabalhadores ficariam isentos deste roubo e não seria necessário ficar fazendo "arranjos" para ter devolução. Enquanto nossos governantes continuarem a nos roubar, cada vez mais pessoas tentarão dar o "jeitinho", pois quem rouba ladrão tem cem anos de perdão. Infelizmente o trabalhador brasileiro paga o pato. IRRF é roubo.
 
Carlos Alberto Silva de Oliveira em 30/04/2012 06:33:35
Não justifica de forma nenhuma tal cometimento de crime, mas isso é um pouco reflexo da "mixaria" que estão ganhando os sub oficiais e praças das forças armadas brasileiras.Um sargento do exército ou aeronáutica por exemplo, ganha a metade do que ganha um sargento da PM de MS. Aliás as forças armadas brasileiras são frágeis, com armamentos da época da vovó e com soldos aviltantes. Uma piada.
 
Edgar Calixto Paz em 30/04/2012 04:19:55
È só a certeza da impunidade, nada mais do que isso.
 
MARCELLO MENDES em 30/04/2012 03:56:03
SEJA QUEM FOR, SE ESTIVER FORA DA LEI, TERÁ QUE PAGAR, AINDA MAIS QUE TRATA-SE DE CIDADÃO DAS FORÇAS DE DEFESAS DESTE PAÍS, TERÁ QUE SER ELEMENTO ELITE, SE PROVADO PROVAVELMENTE SERÁ EXCLUÍDO DAS FILEIRAS DO EXÉRCITO, SEM PERDÃO.
 
pedro braga em 30/04/2012 02:19:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions