A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/11/2015 12:04

Acusado de matar funcionário se apresenta a polícia e confessa crime

Luana Rodrigues

O acusado de matar a tiros Gultierres Brites Lima, 18 anos, no dia 1º deste mês, se apresentou a polícia na tarde desta quarta-feira(04). José da Costa de 42 anos era patrão da vítima e em sua versão sobre o crime, disse aos policiais que matou o jovem porque ele teria o ofendido ao tirar satisfação sobre uma briga ocorrida entre as esposas dos dois.

Conforme informações do delegado Alexandre Evangelista, responsável caso, José disse em depoimento que dias antes de terem ocorrido os fatos, a mulher dele havia se desentendido com a mulher de Gultierres, e a vítima foi até a casa do autor "tirar satisfação" sobre o porque o acusado deixou a esposa ir até a residência dele para brigar com sua mulher. A partir disso, houve uma discussão e o acusado disse que atirou contra a vítima.

Conforme boletim de ocorrência, Gultierre morava com a esposa em uma quitinete nos fundos da borracharia que pertence a José. Testemunhas relataram que apesar de a vítima trabalhar há 2 anos com o autor, os dois sempre brigavam por motivos banais.

De acordo com o delegado, o criminoso irá responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e porte ilegal de arma de fogo em liberdade. O autor também entregou a polícia a arma do crime, um revólver calibre 22. Outras duas armas já haviam sido apreendidas pela polícia no local do crime.

Morte - Gultierre Brites Lima foi atingido com três tiros no rosto, dois no tórax e na mão, depois de uma discussão com o autor. José ainda teria tentado o acertar com um escapamento de motocicleta, mas foi impedido pelo irmão da vítima. Depois do crime, o autor fugiu em um Gol, de cor cinza.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions