A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

28/01/2019 10:40

Administrativos da saúde conseguem inclusão de R$ 4,8 mil anual em produtividade

Benefício será pago gradativamente, com acréscimo de R$ 200 nos meses de janeiro e fevereiro; de R$ 400 em março e abril; e, a partir de maio até dezembro, acréscimo de R$ 600 fixo

Danielle Valentim
Prefeito durante assinatura da concessão. (Foto: Marina Pacheco)Prefeito durante assinatura da concessão. (Foto: Marina Pacheco)

Após um ano de tentativas, os administrativos da saúde da Prefeitura de Campo Grande conseguiram a inclusão no decreto 12.519 de 2004, que garante concessão de produtividade SUS. Os pagamentos abrangem 871 servidores da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) que receberão R$ 4,8 mil anuais, de forma gradativa. Os depósitos começaram neste mês.

O decreto beneficiará dois agentes de atividades educacionais, 114 ajudantes de operação, quatro artífice de copa e cozinha, 30 assistentes administrativos I e 322 assistentes administrativos II, 247 assistentes de serviços em saúde, 55 auxiliares de serviços diversos, 18 auxiliares social I e 73 auxiliares social II, um digitador, um redator e quatro telefonistas.

Durante assinatura da concessão, na manhã desta segunda-feira (28), admitiu que não conhecia a realidade dos administrativos, reiterou a falta de reconhecimento da categoria e que a inclusão dos servidores é questão de justiça social.

“Eu mesmo desconhecia e quando passei a conhecer vi que tínhamos que atender ao pedido. São eles os primeiros a receber os pacientes, a gente fica no ar-condicionado e não sabe como é difícil. Eles são os menores dos funcionários em valores econômicos e nomenclaturas e por justiça social estamos olhando por todos os funcionários”, ressaltou Marquinhos.

O acréscimo será pago de forma gradativa, sendo R$ 200 nos meses de janeiro e fevereiro; R$ 400 em março e abril e R$ 600 a partir de maio até dezembro.

Conforme a prefeitura, os pagamentos não são retroativos em razão da situação financeira do Executivo, mas os valores estão corrigidos. O benefício vai gerar impacto de R$ 6 milhões anuais, mas todo o recurso provém de impostos. “Todos os investimento tem sido feito pela fonte dos impostos municipais”, pontuou o Prefeito Marquinhos Trad.



Boa tarde,
Gostaria de saber sobre os administrativos da EDUCAÇÃO , será que o sr prefeito conhece a realidade dos administrativos? Salário vergonhoso.
 
gleicy em 28/01/2019 14:01:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions