A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/07/2016 08:07

Adolescentes assaltam 6 pessoas em ponto de ônibus e são apreendidos

Fernanda Mathias e Mara Riveiros
Após perceber que adolescentes usavam armas de brinquedo, vítimas correram atrás dos assaltantes e dois adolescentes acabaram apreendidos. (Foto:Alcides Neto)Após perceber que adolescentes usavam armas de brinquedo, vítimas correram atrás dos assaltantes e dois adolescentes acabaram apreendidos. (Foto:Alcides Neto)

Dois adolescentes de 17 anos acabaram presos no início desta manhã após assaltarem seis pessoas em ponto de ônibus e serem perseguidos por três das vítimas, todas mulheres.

O grupo que foi rendido pelos adolescentes prestava queixa esta manhã na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Campo Grande. Um terceiro adolescente ainda é procurado, ele quem portava a arma de brinquedo usada para intimidar as vítimas.

Conforme informações das vítimas, por volta de cinco horas todos estavam em um ponto de ônibus da Rui Barbosa, esquina com a Afonso Pena, quando chegaram os três adolescentes. Entre as vítimas, dois homens e quatro mulheres. Uma delas saía do serviço e os outros quatro jovens saiam de uma festa.

Uma das vítimas perdeu o sapato quando corria atrás de assaltantes  (Foto: Alcides Neto)Uma das vítimas perdeu o sapato quando corria atrás de assaltantes (Foto: Alcides Neto)

Os assaltantes foram violentos na ação e chegaram a agredir a socos um dos rapazes porque tinha pouco dinheiro na carteira. O outro percebeu que a arma era de brinquedo e se recusou a entregar os pertences.

Neste momento os assaltantes fugiram e as três jovens começaram a persegui-lo. Um motoqueiro que assistiu à cena acionou a polícia. Dois dos adolescentes foram encontrados escondidos atrás de uma caçamba.

“Eu não vou dar meu celular porque ainda estou pagando”, disse uma das mulheres, de 27 anos, que trabalha como chef de cozinha em uma boate no centro. Ela chegou a perder o sapato enquanto corria atrás dos assaltantes.

Outra jovem, de 19 anos, contou que se revoltou porque foi o segundo celular roubado em pouco tempo. “Meu pai ainda esta pagando por este novo”.

 

* Matéria alterada 10h04 para correção de informação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions