A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/04/2014 18:29

Adolescentes envolvidos em brigas em colégio tumultuam delegacia da Capital

Bruno Chaves

Três brigas envolvendo adolescentes foram parar da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) nesta quarta-feira (16). Duas delas envolviam meninas e a terceira foi registrada com garotos. O expediente na delegacia foi tumultuado.

Conforme a delegada titular da Deaij, Rozeman Geise Rodrigues de Paula, quando um caso de agressão grave ocorre em colégio o caso é levado para a delegacia. “Temos que separar um tempo para atender essas pequenas ocorrências quando um procedimento mais grave fica esperando”, disse.

Ainda de acordo com a delegada, os registros de brigas envolvendo adolescentes em colégios não têm crescido nos últimos meses. Mas a forma como os menores de idade vem se envolvendo em confusões tem assustado a polícia.

“Antes, uma menina batia em outra. Atualmente, tem mudado essa forma de agressão. Um grupo de 10 acaba se unindo para bater em cinco; e o motivo, muitas vezes, é balela: briga por namorado, briga porque uma olhou feio para outra e por aí’, explicou.

Um caso desses ocorreu hoje na Escola Municipal Coronel Antonino, no Monte Castelo, na Capital. Até a diretora entrou na confusão para apartar a briga de meninas e acabou sendo ameaçada. Como consequência, a Guarda Municipal foi acionada e todas foram parar na delegacia.

Meninas de 11 a 17 anos acabam chegando às autoridades ensanguentadas, com arranhões e mancando. “Isso porque elas costumam brigar mais leve, com tapas e puxões de cabelo. Os meninos que são mais violentos e, às vezes, levam até armas brancas para a escola”, completou.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Sabemos que existem coisas bem graves, mas se tentamos resolver uma agressão física mais sérias em âmbito escolar e a coisa não dá certo, acabam dizendo que a direção tentou ABAFAR o caso... Os últimos acontecimentos, inclusive os do dia de hoje deixam claro isso... Os menores de (tudo) fazem o que querem e os verdadeiros responsáveis ainda querem se passar por "vítimas" e tem gente (inocente!!! - sabe nada) que compra. Um dia, o feitiço vira contra o feiticeiro e aí será tarde demais.
 
SUELI ARAUJO LIMA em 16/04/2014 19:23:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions