ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Ainda sem licença, Santa Casa treina brigadistas contra incêndios

Hospital assume que medidas de segurança são aplicadas conforme as condições financeiras permitem

Lucia Morel | 31/05/2021 15:57
Corpo de Bombeiros ontem na Santa Casa. (Foto: Marcos Maluf)
Corpo de Bombeiros ontem na Santa Casa. (Foto: Marcos Maluf)

Ainda sem projeto de segurança contra incêndio aprovado e sem condições financeiras de implementá-lo, a Santa Casa de Campo Grande busca outras formas de se proteger contra possíveis incêndios e sustos, como o que ocorreu ontem no hospital.

Há pelo menos oito anos a instituição tenta renovar o projeto, sem sucesso. Em outubro de 2019, o Corpo de Bombeiros deu prazo para que o hospital fizesse as adequações, o que não aconteceu.

Depois do princípio de incêndio de ontem, controlado sem a necessidade dos bombeiros, a Santa Casa informou que o PSCIP (Processo de Segurança Contra Incêndio e Pânico) está em fase de aprovação no Corpo de Bombeiros Militar e que “as ações para atendimento às medidas básicas de segurança estão em andamento conforme as condições financeiras”.

A ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), que mantém o hospital, disse ainda que enquanto o projeto não é finalizado, funcionários passam por capacitação para atuarem como brigadistas em caso de fogo e que há treinamentos periódicos com bombeiros civis.

“Estamos renovando a brigada de incêndio da ABCG em parceria com o CBM/MS, com a previsão da formação de mais de 350 funcionários”, sustenta a entidade.

Sobre os treinamentos com os bombeiros civis, o hospital detalha que são sobre a utilização de extintores e hidrantes, rotas de fuga, abandono de área em caso de incêndio e como se comportar em caso de incêndio.

Nos siga no Google Notícias