A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/04/2013 15:08

Alcides Bernal autoriza reajuste de 14% na tarifa social de ônibus urbano

Edivaldo Bitencourt
Passageiros vão desembolsar mais para andar de ônibus nas datas comemorativas (Foto: João Carrigó/Arquivo)Passageiros vão desembolsar mais para andar de ônibus nas datas comemorativas (Foto: João Carrigó/Arquivo)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), autorizou reajuste de 14% na tarifa social do transporte coletivo, cobrada em sete datas comemorativas a partir deste mês. No mesmo decreto em que congela o valor em R$ 2,85 até outubro deste ano, ele autoriza a elevação na tarifa de R$ 1,00 para R$ 1,14.

O aumento de 14% é mais que o dobro da inflação acumulada nos últimos 12 meses, considerando-se o IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial) do IBGE. Os primeiros a serem atingidos pela medida serão os trabalhadores, que vão pagar mais caro para passear de ônibus urbano na Capital no Dia do Trabalho, comemorado no dia 1º de Maio.

De acordo com o prefeito, o novo valor representa 40% da tarifa atual, de R$ 2,85, em vigor desde março do ano passado. A tarifa social só vale para quem usar o cartão eletrônico (smart card).

Além do Dia do Trabalho, a nova tarifa de R$ 1,14 vai valer em mais seis datas comemorativas: Dia das Mães (segundo domingo de maio), Dia dos Pais (segundo domingo de agosto), aniversário de Campo Grande (26 de agosto), Finados (2 de novembro), Natal (25 de dezembro) e Ano Novo (1º de janeiro).

De acordo com a presidente da Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), Ritva Cecília de Queiroz Garcia Vieira, justificou o aumento. Ela disse que o prefeito só está cumprindo contrato de concessão com o consórcio Guaicurus, firmado em outubro do ano passado.

“Só estamos cumprindo o contrato”, garantiu a dirigente. No entanto, o prefeito mudou o valor da tarifa cobrada dos moradores do distrito de Anhandui, de R$ 10, 00 para R$ 2,85.

Para o integrante do Conselho de Regulação, Haroldo Boralho, o aumento foi imposto aos conselheiros. Ele disse que não teve debate. “Houve um rolo compressor para aprovar porque já estava fechado o acordo entre o prefeito e as empresas de ônibus”, contou.

Decreto que unifica tarifa de transporte para Anhanduí é assinado
O decreto que unifica a tarifa do Distrito de Anhanduí ao do transporte público de Campo Grande, foi assinado nesta segunda-feira pelo prefeito Alcid...
Tarifa do transporte coletivo para Anhanduí terá redução de 71,5%
A Prefeitura de Campo Grande vai reduzir em 71,5% o valor da tarifa do transporte coletivo da Capital até o distrito de Anhanduí, a 55 quilômetros do...


Sr. Willyan como que pode ser o melhor prefeito que Campo Grande já teve? Como era mesmo o slogan da campanha? "As pessoas em primeiro lugar", ainda estou tentando descobrir qual é esse lugar.
 
Lia Silva em 24/04/2013 09:59:48
Fato indíscutível é que a administração do prefeito Bernal está estagnada demais em relação aos avanços necessários para a capital, porém, ao meu ver, essa medida aprovada mostrou que ele soube "agradar" tanto a parte que é a favor do aumento, quanto a parte que é contra. O reajuste pedido pela empresa é de 6,12% do preço integral (R$ 2,85), e o autorizado pelo prefeito foi de 14% para a tarifa social, ou seja, a tarifa cobrada em datas comemorativas (R$ 1,00), após o decreto, ficou decidido que a tarifa social seria no valor de R$ 1,14 e congelado o valor da integral até outubro. Querendo ou não, a atitude do prefeito conseguiu driblar as cobranças de aumento por parte da empresa e jogar essa discussão sobre preço lá para o último trimestre do ano.
 
Gabriel Nantes em 24/04/2013 09:23:37
eu acho é bom pra quem voltou nele!!!!
 
michelle oliveira em 24/04/2013 08:53:38
AS PESSOAS SO FICAM FALANDO EM QUERER MUDANÇA SEND QUE ELAS MESMAS NAO COMEÇAM POR ELAS
 
Iviane Santos em 24/04/2013 08:11:16
Os primeiros a serem atingidos pela medida serão os trabalhadores, que vão pagar mais caro para passear de ônibus urbano na Capital no Dia do Trabalho, comemorado no dia 1º de Maio.
 
leandro Alderete de Paiva em 24/04/2013 07:57:19
Viviane da Silva... o valor será descontado do cartão... pra quem for pagar com dinheiro será o mesmo valor... você parece que nem usa o transporte coletivo... porque ta reclamando?
 
Douglas Luge em 24/04/2013 07:39:47
Este é o melhor prefeito ???? pq este idiota que falo ai no comentario não anda nos posto de saude nem anda de onibus.
 
jane mergen em 24/04/2013 07:32:16
Os maiores doadores de dinheiro em campanha.....Quem sao?????? kkkkkkkk E mais uma vez quem paga???? os menos favorecidos....sempre eh assim!!!!
 
SIDNEI MENESES AQUINO em 24/04/2013 06:26:36
sr prefeito queremos somente suas promeças de canpanha
cade as caixas pretas o sr ainda nao achou pra abrir
ou nao vai abrir
 
antonio pereira em 23/04/2013 22:46:26
Essa passagem de 1 real nunca foi reajustada. Tava na hora. A diferença entra na conta da tarifa normal.
 
Filipe Alberto em 23/04/2013 21:43:18
A tarifa de 1,14 só valerá para quem possui o cartão PEG FÁCIL meus queridos, não para quem pagará em dinheiro no dia... ;) - #FicaDica
 
Ana Paula Olegário em 23/04/2013 20:36:41
engraçado é , a tarifa nas datas comemorativas irá de 1,00 para 1,14 , sera que eles vao te devolver 1 centavo de troco ....pq vai ate pode ser pouco 1 centavo, mais vai comprar passagem faltando 1 centavo pra ver se compra .....
 
viviane da silva em 23/04/2013 18:54:14
BERNAL FAZ O QUE TEM QUE SER FEITO, VOCÊ É E SERA O MELHOR PREFEITO QUE CAMPO GRANDE JÁ TEVE.
 
willyan antunes dos santos em 23/04/2013 17:36:11
Parecem um disco furado. "Não queriam mudança?" "Não queriam mudança?"
 
Murilo Delmondes em 23/04/2013 17:14:04
José Alves: Os outros nunca autorizaram aumentos na tarifa de ônibus? Nao vejo mudança.
 
Paulo Nonato Filho em 23/04/2013 17:02:15
Não queriam mudança?
 
José Alves em 23/04/2013 16:44:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions