A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/08/2016 09:39

Andreia Olarte recebe alta médica e retorna para cela do Garras

Leonardo Rocha
Andréia Olarte já saiu do hospital e voltou para o Garras (Foto: Fernando Antunes)Andréia Olarte já saiu do hospital e voltou para o Garras (Foto: Fernando Antunes)

A ex-primeira-dama de Campo Gramde Andreia Olarte, presa desde segunda-feira passada (15), teve liberação médica na manhã deste domingo (21) e retornou para a delegacia do Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestro), na Capital. Ela passou por uma bateria de exames, depois de apresentar no sábado (20) um quadro de hipertensão e úlcera.

O advogado João Carlos Veiga Júnior, que faz sua defesa, ainda informou que não há cela adequada para a ex-primeira-dama no Garras, por isso vai propor à Justiça que ela seja transferida ainda hoje para o Presídio Feminino da Capital. 

Esta foi a segunda vez que Andreia teve que requisitar atendimento médico, após a sua prisão. A defesa mencionou que a ex-primeira dama estava muita "abalada" e "abatida" em função da prisão e acusações contra ela. Ainda vai se tentar um novo pedido de liberdade ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Andréia foi presa no último dia 15, após operação Pecúnia, realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga os crimes de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa, contra a ex-primeira dama, o ex-prefeito Gilmar Olarte (PP), além do empresário Evandro Simões e o corretor Ivamil Rodrigues.

A investigação começou após dados obtidos com a quebra de sigilo bancário de Andréia Olarte, assim como de sua empresa (Casa da Esteticista), onde ela adquiriu vários imóveis na Capital, na época em que o marido era prefeito, tendo alguns bens em nome de terceiros.

* texto atualizado às 10h20, para acréscimo de informações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions