ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Antes de assassinar esposa a facadas, ex-marido tentou degolar a vítima

Vítima foi morta pelo ex-companheiro e os filhos foram esfaqueados; Silvio foi para a Santa Casa após colisão

Guilherme Correia, Bruna Marques e Ana Beatriz Rodrigues | 23/09/2022 23:29
Geni da Costa Reis dos Santos, de 56 anos, morta na noite desta sexta-feira, em Campo Grande. (Foto: Reprodução)
Geni da Costa Reis dos Santos, de 56 anos, morta na noite desta sexta-feira, em Campo Grande. (Foto: Reprodução)

Geni da Costa Reis dos Santos, de 56 anos, foi morta com cerca de sete facadas e uma delas, no pescoço, que quase a degolou. Após o feminicídio, Silço Donizeti Mendes Barboza, de 55 anos, ainda esfaqueou os filhos da vítima - incluindo uma grávida - e fugiu de carro, até o veículo colidir com uma carreta na BR-163 e pegar fogo.

Informações iniciais sugerem que ele pode ter tentado se matar, quando dirigia o Chevrolet Corsa, de cor vinho. Atualmente, conforme apurou a reportagem, ele foi encaminhado à Santa Casa de Campo Grande e seu estado de saúde é considerado "gravíssimo". A previsão é de que seja preso em flagrante.

Segundo a delegada Rafaela Brito Sayao Lobato, a principal hipótese é de que o autor do crime seja um ex-companheiro da vítima, que teve algum tipo de desavença com Geni. "Ele veio tirar satisfação com ela e chegou portando uma faca. Aparentemente ele teria discutido na frente [da casa] com o filho dela e conseguiu entrar na residência de forma forçada."

Segundo ela, a filha grávida conseguiu, mesmo ferida, acionar os policiais, mas Silço já tinha fugido. O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (23) na Rua Verdes Mares, no Jardim Tarumã, na Capital e vai ser investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Nos siga no Google Notícias