ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Antiga maternidade nas Moreninhas será adequada para atendimento psicossocial

Maternidade está desativada desde 2016 e medida ajudará a suprir demanda por leito psiquiátrico

Por Gustavo Bonotto | 05/10/2023 20:43
Fachada da antiga Maternidade e Hospital da Mulher, nas Moreninhas. (Foto: Arquivo)
Fachada da antiga Maternidade e Hospital da Mulher, nas Moreninhas. (Foto: Arquivo)

O Conselho Municipal de Saúde de Campo Grande aprovou, nesta quinta-feira (5), o projeto que implementa um Caps (Centro de Atendimento Psicossocial) no espaço da antiga Maternidade, Hospital da Mulher e CRS (Centro Regional de Saúde) das Moreninhas.

O texto que autoriza a habilitação foi assinado em 27 de setembro, mas publicado hoje no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O local está desativado desde 2016.

De acordo com a deliberação, assinada pelo secretário de Saúde, Sandro Benites, três comissões que participam do conselho foram favoráveis à mudança. São elas: Comissão de Controle e Avaliação dos Serviços de saúde do Município; Comissão de Acompanhamento da Elaboração e da Execução do Plano Municipal de Saúde, e por fim, Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Execução Orçamentária e Financeira do Fundo Municipal de Saúde.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) já estudava transformar o prédio em uma unidade de internação psiquiátrica, de acordo com a secretária-adjunta Rosana Leite. Ao Campo Grande News, ela justifica que readequar o local e começar a atender pessoas com doenças psiquiátricas lá é a principal solução cogitada diante da previsão de fechamento de 21 leitos de internação reservados a esses pacientes na Santa Casa.

Em julho, Rosana avaliou que o prédio do antigo hospital do Bairro Moreninhas tem características adequadas para ser transformado em hospital psiquiátrico e que já existe um projeto arquitetônico para isso.

"Só que a gente precisa é recurso, que poderá vir de emendas parlamentares. Por isso, falei do tempo que pedimos para a Santa Casa, até fim do ano, para fazermos uma readequação da nossa rede para colocar os pacientes de Campo Grande."

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News

Nos siga no Google Notícias