ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Ao ser atacado por algoz com facas, rapaz diz que matou para se defender

Luana Rodrigues | 10/07/2015 09:40
Facas que teriam sido utilizadas por André (Foto: Marcos Ermínio)
Facas que teriam sido utilizadas por André (Foto: Marcos Ermínio)

Pablo Henrique José Camargo, 23 anos, confessou que esfaqueou André da Silva Ribeiro, 24, na manhã desta quinta-feira (9), na rua Calaveras, Jardim Santa Mônica, em Campo Grande. André foi morto com dois golpes de faca no abdômen, mas acusado alegou legítima defesa.

De acordo com o delegado 7ª Delegacia de Polícia Civil, Paulo Sá, responsável pelo caso, em depoimento, Pablo disse que estava em casa, quando André chegou e os dois começaram a discutir. A vítima teria se armado com duas facas de cozinha e começado a golpeá-lo. O acusado disse que conseguiu escapar do rapaz e se armou com uma faca maior de cozinha.

Ainda conforme o delegado, Pablo disse que tentou fugir de André, mas ele o perseguiu e em determinado momento os dois cairam, mesma hora em que o acusado pegou a faca que estava na cintura e golpeou a vítima, segundo ele, para se defender.

O delegado explicou que ouviu outras 4 testemunhas e o caso será caracterizado como legítima defesa. "Está bem claro que quem começou as agressões foi a própria vítima, mesmo assim, foi instaurado inquérito para apurar as circunstancias, no entanto pela condição de igualdade será legítima defesa", disse.

O acusado é o atual marido de Daniele Alves, ex-mulher de André. Os vizinhos contaram que Daniele mudou para a casa ontem e comentou que trocou de endereço para fugir do ex-marido, que não aceitava a separação e muito menos o relacionamento dela com outra pessoa.

O caso - De acordo com a Polícia, a vítima chegou de táxi na casa da ex-mulher, Daniele Alves, com quem tem dois filhos. No local, André começou a discutir com Pablo e de posse de duas facas de serra começou agredi-lo. Pablo conseguiu escapar do rapaz e se armou com uma faca maior de cozinha. Após luta corporal, André foi morto com duas facadas no abdômen, na rua. Pablo, que ficou ferido, foi levado a uma unidade de saúde da região. O crime foi presenciado por várias testemunhas.

Arma doméstica - Mato Grosso do Sul é um dos líderes no ranking nacional das mortes por armas brancas. O Estado ocupa o quarto lugar, com 32,7% dos homicídios cometidos com objetos cortantes. Os dados foram divulgados no começo do mês passado pela Folha de São Paulo e tem como base o Mapa da Violência 2015 (tabulação inédita), referente ao homicídios de 2013.

Nos siga no Google Notícias