A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/02/2016 12:21

Aos 77 anos, irmã do músico Maciel Corrêa é morta em suposto roubo

Waldemar Gonçalves e Fernanda Yafusso
Suspeito detido na casa onde Sebastiana foi morta (Foto: Fernando Antunes)Suspeito detido na casa onde Sebastiana foi morta (Foto: Fernando Antunes)

A aposentada Sebastiana Corrêa, 77 anos, irmã do músico Maciel Corrêa, foi encontrada morta na manhã deste sábado (6) na casa em que morava, no Aero Rancho. Ela teve o pescoço cortado na região da veia jugular, além de apresentar sinais de espancamento e violência sexual, segundo as primeiras informações policiais.

Equipes da perícia e da Polícia Civil continuavam no local, até o fechamento deste texto. Um suspeito, ainda não identificado, foi detido para averiguação, segundo o delegado Cleverson Alves do Santos, do SIG (Serviço de Investigações Gerais).

Segundo vizinhos, a morte foi descoberta por volta das 8h30, quando notaram que Sebastiana, acostumada a acordar cedo, não atendia aos chamados na porta de casa, que fica na esquina da Rua Tokuei Nakao com a Travessa Dionízio Machado, setor VI do Aero Rancho. Foi então que um vizinho entrou no imóvel e encontrou a idosa dentro do quarto.

Detalhe do sangue da vítima no chão do imóvel (Foto: Fernando Antunes)Detalhe do sangue da vítima no chão do imóvel (Foto: Fernando Antunes)
Cômodo onde Sebastiana foi encontrada (Foto: Fernando Antunes)Cômodo onde Sebastiana foi encontrada (Foto: Fernando Antunes)

Conforme as informações do delegado, Sebastiana tinha um lençol enrolado na cabeça. Além do corte na jugular, foram identificados sinais de espancamento e há suspeita de que ela tenha sido violentada sexualmente.

No local, o irmão, que tem 73 anos e é um dos mais famosos chamamezeiros da história da música sul-mato-grossense, disse estar abalado com o caso. Há dez dias a família enterrou outra irmã, vítima de câncer, lembrou ele, e havia a recomendação para que Sebastiana não morasse mais sozinha, já que tem atrofia em um dos braços e o outro amputado.

A principal suspeita é de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Vizinhos disseram que ontem foi dia de pagamento para Sebastiana, enquanto o delegado confirmou que a bolsa dela não foi localizada na casa.



Prisão Perpétua Já! para todos os crimes hediondos, cadê os nobres congressistas que não têm coragem de criarem leis com penas severas. Por que será???
 
Ezequiel Pena Vieira em 06/02/2016 16:25:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions