A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

15/06/2019 18:01

Após 2 dias "sem nome", paciente é identificado por familiares, mas morre

Paciente foi identificado pela mãe e o irmão como sendo Alex Conceição de Souza, de 28 anos; ele não resistiu e morreu hoje

Liniker Ribeiro e Fernanda Palheta
Tatuagem em um dos braços de Alex, identificado por familiares (Foto: Divulgação/ Santa Casa)Tatuagem em um dos braços de Alex, identificado por familiares (Foto: Divulgação/ Santa Casa)

Foi identificado como sendo Alex Conceição de Souza, de 28 anos, o homem que estava internado em estado grave na área vermelha do pronto-socorro da Santa Casa de Campo Grande desde a madrugada da última quinta-feira (13). Porém, conforme a assessoria de imprensa do hospital, o paciente acabou não resistindo e morrendo na tarde deste sábado (15).

Segundo o hospital, Alex foi identificado por volta das 15h20 de hoje, pela mãe e o irmão. De acordo com familiares, o homem estava desaparecido há pelo menos 4 meses. Ele havia dado entrada na unidade de saúde por volta de 0h40, no feriado de Santo Antônio, após ser transferido da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino.

Alex chegou ao local desacordado e com crise convulsiva. Ainda conforme a assessoria de imprensa, desde a divulgação da força-tarefa realizada para identificar o paciente, diversas pessoas estiveram no local na tentativa de identificar o homem. Até mesmo uma moradora de Sidrolândia – a 71 quilômetros da Capital – chegou a vir para Campo Grande acreditando que fosse sua tia.

Os familiares de Alex não quiseram falar sobre a situação. Ainda hoje, pela manhã, o paciente havia deixado a área vermelha e sido transferido para o CTI, conforme o hospital. Devido ao traumatismo craniano encefálico, no qual o paciente deu entrada na quinta, a suspeita é de que ele tenha sido vítima de espancamento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions