A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

30/01/2018 09:48

Após 44 dias internada, mulher que teve rosto queimado pelo marido recebe alta

Crime ocorreu na casa do casal no Residencial Ramez Tebet. Na época, a mulher foi encaminhada para a Santa Casa em estado greve, quando o marido fugiu

Viviane Oliveira
Adriele recebeu alta e Gílson está preso (Foto: divulgação/família) Adriele recebeu alta e Gílson está preso (Foto: divulgação/família)

Depois de 44 dias internada na Santa Casa, Adriele de Fátima Soares Silva, 27 anos, que teve o rosto queimado pelo marido, Gílson Ferreira da Silva, 39 anos, enquanto dormia, recebeu alta hospitalar no dia 23 deste mês.

Adriele ficou internada em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa. A paciente teve 25% do corpo atingido e sofreu queimaduras de 2º grau no braço, tronco, pescoço e face. A parte mais afetada foi o rosto. Além das queimaduras, a vítima inalou fumaça e sofreu lesão na via respiratória.

O crime ocorreu na madrugada do dia 10 de dezembro do ano passado, na casa do casal no Residencial Ramez Tebet. A mulher foi socorrida pelo vizinha e levada para uma unidade de saúde em estado greve. O marido fugiu e se apresentou dias depois à polícia. Ele foi indiciado por tentativa de feminicídio com dois agravantes - motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. 

Para a Polícia Civil, a ação foi premeditada. Gílson teria aguardado Adriele dormir para cometer o crime. Embora o autor afirme que ambos estavam acordados, a hipótese acabou reforçada pelo depoimento do vizinho que socorreu a mulher.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions