A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

07/03/2019 15:45

Após avisos misteriosos, jovem é torturada, dopada e tem cabelo cortado

No fim do mês passado, durante quatro dias proprietária recebeu bilhetes com ameaças

Guilherme Henri
Cabelos de vítima espalhados na cozinha após sessão de tortura (Foto: Kísie Ainoã)Cabelos de vítima espalhados na cozinha após sessão de tortura (Foto: Kísie Ainoã)

Depois de registrar Boletim de Ocorrência por invasões e bilhetes com ameaças durante 4 dias, uma mulher procurou novamente a polícia dizendo que a irmã, de 18 anos, foi rendida na manhã desta quinta-feira (7) e durante uma hora enfrentou sessão de tortura. Dois homens encapuzados bateram, doparam, cortam o cabelo e ainda tentaram afoga-la em novo “recado” à família, garante a irmã da vítima.

A proprietária da casa, uma mulher de 24 anos – que pediu para ter o nome preservado, conta que os recados com ameaças começaram no dia 25 do mês passado. “Minha irmã estava lavando a louça quando escutou pessoas conversando. Quando se virou para ver o que era recebeu uma pancada na cabeça. Ela só conseguiu ver que, eram dois homens encapuzados e ainda usavam luvas”, relata a proprietária da casa.

Pano usado como mordaça em jovem (Foto: Kísie Ainoã)Pano usado como mordaça em jovem (Foto: Kísie Ainoã)

Após a pancada, os invasores cortaram o cabelo da vítima, a doparam com vários compridos e ainda tentaram afogá-la no tanque da casa, garante a irmã. “Ela me disse que gritou muito, mas só temos um vizinho, com problemas de alcoolismo”, disse a mulher.

O que chama a atenção é que os bandidos fizeram questão de ligar para a dona da casa, que estava no trabalho. “Recebi a ligação e tudo que escutei foi a minha irmã pedindo socorro. Fui direto para casa”, conta.

Quando chegou na residência, ela encontrou os cabelos da irmã na cozinha, cartelas de comprimidos vazios no corredor e um quarto trancado. “Arrombei a porta e minha estava na cama, amordaçada com um pano vermelho e presa com correntes e cinto. Foi uma cena de filme de terror”, diz.

Após soltar a irmã, ela foi socorrida a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) onde precisou passar por uma lavagem devido a ingestão dos comprimidos.

Cinto e corrente usados para amarrar jovem em quarto (Foto: Kísie Ainoã)Cinto e corrente usados para amarrar jovem em quarto (Foto: Kísie Ainoã)

Ameaças e mistério – Ao Campo Grande News, a dona da casa jura que não faz a mínima ideia de quem são e o motivo das ameaças e tortura. “A gente vê isso na televisão e nunca acha que vai acontecer conosco. Coisa de filme isso. De filme de terror mesmo. O que eu sei é que durmo com a consciência tranquila”, disse.

Além disso, a mulher diz não temer a situação, pois se tiver que morrer “será a vontade de Deus”. “Eu acredito e creio na justiça divina. Se não for na terra será com Deus que quem fez isso com a minha família vai prestar contas”.

Porém, não são todos os moradores que possuem a mesma coragem da propriedade da casa. Diante de toda a situação, que intriga, o casal de filhos da mulher chegou a dizer que deixariam o cofrinho deles a vista, para que os bandidos levem o dinheiro e os deixem em paz.

“Não sei o que eles querem. Dinheiro não é, pois nestes dias não levaram nada. Além disso, minha casa é muito simples e a minha família não tem dinheiro algum”, conta.

O novo fato já foi comunicado à polícia, que enviou equipe da perícia na casa.

 

Cartela e comprimidos jogados no chão, que teriam sido usados para dopar vítima (Foto: Kísie Ainoã)Cartela e comprimidos jogados no chão, que teriam sido usados para dopar vítima (Foto: Kísie Ainoã)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions