A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/03/2016 23:14

Após batida de carro, condutor foge e arrasta homem por 150 metros

Nyelder Rodrigues e Fernanda Yafusso
Décio sofreu lesões também nas costas e cabeça (Foto: arquivo pessoal)Décio sofreu lesões também nas costas e cabeça (Foto: arquivo pessoal)

Um homem de 42 anos foi arrastado por cerca de 150 metros ao ficar preso na janela de um Honda Civic, no Jardim Autonomista, após desentendimento no trânsito. O caso aconteceu na noite de sábado (12) e a vítima sofreu vários ferimentos. Um boletim de ocorrência foi registrado nesta segunda-feira (14) e a Polícia Civil investiga o caso.

O representante comercial Décio Azevedo seguia em sua camionete pela avenida Via Parque, quando um Honda Civic bateu em seu veículo na rotatória com a avenida Mato Grosso. Apesar da colisão, o condutor do carro não parou e continuou o trajeto normal. Décio seguiu o carro, conseguindo pará-lo já próximo do Clube Estoril, por volta das 23h.

"Percebi que ele estava bêbado ou drogado e tentei tirar a chave do carro. Foi quando ele arrancou com o carro e me arrastou. Consegui desprender a mão, mas vi que se soltasse seria pior, mas ele correu muito e acabei caindo mesmo assim. Ele passou por um radar e deu para ver que estava a 90 quilômetros por hora", conta o Décio, que foi socorrido e levado para a Santa Casa, onde saiu apenas na manhã do dia seguinte.

 

 

O representante comercial ainda diz que pediu para o condutor não arrastá-lo. "Pedi pelo amor de Deus, que ele iria me matar, mas não adiantou. Depois ainda tive que voltar à pé para o carro, cheguei quase me arrastando. Meu pé ficou na carne viva, sofri um corte na cabeça. As pessoas perceberam a situação e me ajudaram". Ele foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Após o momento de pavor, Décio registrou boletim de ocorrência com auxílio de um amigo, que estava com ele no momento. "No trajeto falei para ele a placa do carro, e como ele tem boa memória, lembrou ainda hoje os números. Na delegacia, bateu com um Civic que estaria em Araçatuba (SP) agora", explica a vítima, que agora se recupera em casa.

Na manhã desta terça-feira (15), ele deve ir ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) fazer exame de corpo de delito. A polícia registrou o como evasão e lesão corporal dolosa.

As câmeras de segurança de um posto de combustíveis serão usadas para tentar identificar o condutor do veículo. Imagens de um redutor de velocidade também poderão ser usadas, já que o infrator passou acima da velocidade permitida por ele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions