A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/07/2016 10:30

Após confusão e rua fechada, ônibus voltam a circular no Terminal Morenão

Fernanda Mathias e Mara Riveiros
Vários ônibus pararam  no Terminal Morenão, passageiros se indignaram e protestaram pela retomada das viagens; paralisação durou 40 minutos (Foto:Alcides Neto)Vários ônibus pararam no Terminal Morenão, passageiros se indignaram e protestaram pela retomada das viagens; paralisação durou 40 minutos (Foto:Alcides Neto)

Após protesto de motoristas do transporte coletivo de Campo Grande, no Terminal Morenão, que durou aproximadamente 40 minutos e gerou confusão, os ônibus que estavam retidos foram liberados. Houve bloqueio na Avenida Costa e Silva, por passageiros que, indignados, também se manifestaram para seguir o percurso.

Um grupo ligado ao sindicato que representa a categoria seguiu para a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), para falar com o diretor de Transporte do órgão, Luiz Renato. O protesto teve início porque os motoristas, após várias tentativas, novamente não foram recebidos na Agetran hoje de manhã.

Eles querem que a Lei municipal 4.584, de 2007, que estabelece multas em várias situações, seja revista. Demétrio Ferreira de Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo e Urbano de Campo Grande, explica que recentemente os motoristas começaram a receber notificações e diz que os valores são abusivos e os deixam sem saída.

Atrasos e adiantamentos acima de 5 minutos são punidos; se o condutor estiver deixando o terminal e parar para que um passageiro suba é multado, mas também é se não parar, diz Demétrio. Além disso, quando denunciado por direção imprudente recebe multa de R$ 1 mil, sem a devida apuração, segundo o líder sindical.

Por meio de nota, a Prefeitura informou que cumpre o papel de fiscalizar horários e qualidade do serviço prestado pelas empresas, em benefício dos usuários. “As autuações que forem necessárias, são repassadas para a empresa. A Prefeitura não tem nenhuma interferência na relação empresa/funcionários, mas ainda assim há a possibilidade de recurso das autuações na Agetran”.

Terminal ficou lotado e passageiros tomaram a Costa e Silva exigindo a liberação dos ônibus (Foto:Alcides Neto)Terminal ficou lotado e passageiros tomaram a Costa e Silva exigindo a liberação dos ônibus (Foto:Alcides Neto)

Indignados – Enquanto os motoristas protestavam, os ânimos de acirraram e passageiros, exigindo que os ônibus voltassem a circular, bloquearam a Avenida Costa e Silva.

Caroline Santos Borges, 30 anos, chegou do terminal Guaicurus e se preocupava com o atraso no trabalho, em um shopping. Às 9h45, não tinha mais como chegar às 10 horas no trabalho.

Fabiana Cherrosfe, 36 anos, chegou de Terenos com o filho de 10 anos, para atendimento na APAE e, com o tumulto, o menino começou a passar mal. “Ninguém avisou, meu filho convulsiona e tenho que arrumar um jeito de ir embora”, desesperou-se.

Para Lucélia Lopes, 32 anos, a paralisação-surpresa só prejudica a população. “Não se resolve as coisas desse jeito. Nós dependemos disso. A passagem já é um absurdo, temos direitos e estou desde às 6 horas andando com uma criança. Moro longe, no Caiobá, já deveria estar em casa”, indigna-se. Ela também levou o filho, de 11 anos, para atendimento na APAE. “Não é desse jeito que se faz as coisas, prejudicando todo mundo”.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido por grupo
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


"a Prefeitura informou que cumpre o papel de fiscalizar horários e qualidade do serviço prestado pelas empresas, em benefício dos usuários", só que essa fiscalização não está funcionando muito bem nao.. Qualidade não existe, os horários..... nem se fala....
 
Eder Paulo Berton em 15/07/2016 11:45:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions