ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Diversão

Após discussão, Lienca decide manter ordem de entrada das escolas no Carnaval

Por Elverson Cardozo e Jeozadaque Garcia | 09/02/2012 23:28
Durante reunião, presidente da Igrejinha questionou diversos pontos do regulamento. (Foto: João Garrigó)
Durante reunião, presidente da Igrejinha questionou diversos pontos do regulamento. (Foto: João Garrigó)

Após discussão e bate-boca, a Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas) decidiu manter a ordem de entrada das escolas de samba que vão desfilar no carnaval de Campo Grande este ano. A reunião aconteceu na noite desta quinta-feira (9), no Armazém Cultural.

Durante o encontro, a direção da Igrejinha questionou o regulamento e afirmou que a ordem de entrada foi um “pacote” apresentando pela Liga e por isso todas as escolas aprovaram. Já o presidente da Lienca, Eduardo Souza Neto, afirma que só a Igrejinha não votou.

O desfile da estreante “Deixa Falar” também foi questionado novamente, porque o regulamento não autoriza o desfile em caráter competitivo sendo o primeiro carnaval que a escola participa.

Mas a participação da “Catedráticos do Samba” em dias diferentes da “Deixa Falar”, foi o maior motivo para discussão, porque a maioria dos componentes da catedráticos também estão na “Deixa Falar”.

“O que a gente vê é que parece que tudo está direcionado. Não negamos de competir, mas queremos ser julgados por regras claras”, disse o representante da Igrejinha na Liga, Osvaldo Abreu.

Outro ponto apontado pelo representante da Igrejinha foi a proibição de mestre-sala e porta-bandeira de outras cidades.

A decisão, afirmou, foi para prejudicar a agremiação, que trouxe um casal do Estado do Rio de Janeiro para desfilar. Para ele a proibição seria justa se a ordem fosse aplicada com a mesma rigidez as outras.

Eduardo Souza relatou que o regulamento foi aprovado no dia 24 de novembro e que, na ocasião, ninguém contestou o documento, por esse motivo, não deve haver mudanças.

“A ordem do desfile não chegou pronta. O regulamento sempre é discutido e todos os presidentes receberam uma cópia”, afirmou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário