A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

30/08/2019 12:06

Após fim de obra, domingo na 14 de Julho poderá ser exclusivo para pedestres

Prefeito Marquinhos Trad disse que ideia é fazer com que pedestres usem a via aos domingos, após entrega do Reviva Campo Grande

Silvia Frias e Fernanda Palheta
Marquinhos Trad disse que a ideia é fazer com que a população aproveite a rua (Foto: Fernanda Palheta)Marquinhos Trad disse que a ideia é fazer com que a população aproveite a rua (Foto: Fernanda Palheta)

Além dos eventos culturais pontuais, a prefeitura de Campo Grande tem projeto de fechar a Rua 14 de Julho, sempre aos domingos, exclusivamente para a passagem de pedestres. O fechamento deve ocorrer somente depois da finalização da obra, em novembro.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que o fechamento seria em toda a extensão da obra que compreende o Reviva Campo Grande, na rua entre as avenidas Mato Grosso e Fernando Corrêa da Costa. “Vai ser igual à Avenida Paulista”, comparou. Trad falou sobre assunto durante inauguração da UBSF (Unidade Básica de Saúde Familiar) no bairro Dom Antônio Barbosa.

A mesma ideia foi citada ontem pela titular da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), Melissa Tamaciro, ao falar sobre o projeto cultural que será realizado na Rua 14 de Julho neste sábado, com mais de 10 horas de shows, dança, teatro, sarau e gastronomia, o “Reviva Cultural”.

Obras - As obras do Reviva Campo Grande, financiadas com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) na ordem de US$ 56 milhões, preveem a requalificação da 14 de Julho entre as Avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso.

A expectativa da Engepar, contratada pelo empreendimento, é de concluir os serviços até novembro, a tempo de o comércio da área central ter um novo atrativo durante o período de vendas natalinas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions