A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

15/06/2019 10:55

Após recomendação do MPF, Instituto Federal aumenta vagas para negros

Concurso para professor deve ter 20% de vagas reservadas

Danielle Matos
Edital previa vagas para professores de sete áreas. (Foto: Kisie Ainoã)Edital previa vagas para professores de sete áreas. (Foto: Kisie Ainoã)

Após a recomendação do Ministério Público Federal, na tarde desta sexta-feira (14) o IFMS (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) publicou a lista de convocação dos candidatos das vagas reservadas a pretos e pardos. A medida do Ministério Público era para que a instituição cumprisse a quantidade prevista em lei de reserva de 20% das vagas. Alguns cursos tinham apenas a modalidade de ampla concorrência.

O MPF publicou uma recomendação, sugerindo a publicação de um edital complementar ao 89/2018, que tem vagas para professores permanentes da educação básica, técnica e tecnológica. Das 14 vagas oferecidas em sete categorias de atuação, apenas duas foram reservadas para pessoas pretas ou pardas.

O percentual legal para definir o número de vagas destinadas à cota é de 20%. A instituição especifica no edital que serão oferecidas apenas para os cursos que possuem número de vagas igual ou superior a três. O curso de biologia, por exemplo, possuía apenas uma vaga, e esta estava dedicada para ampla concorrência. Apenas administração e arquitetura entravam na contagem de cotas e atingiam o número mínimo estipulado pela instituição. 

Com a publicação do novo documento, convocando os candidatos para entrevistas, todos os cursos, incluindo aqueles que oferecem apenas uma vaga, têm candidatos que se autodenominam pretos ou pardos. A fase de entrevistas é necessária para comprovar a autodeclaração dos candidatos e está prevista para o dia 30 de junho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions