ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  16    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Arrecadação chega a R$ 182 milhões e prefeitura programa pagamentos

Por Paulo Nonato de Souza e Ricardo Campos Jr. | 11/01/2017 17:42
Prefeito Marquinhos Trad ao lado do secretário municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, durante a coletiva (Foto: Alcides Neto)
Prefeito Marquinhos Trad ao lado do secretário municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, durante a coletiva (Foto: Alcides Neto)

A Prefeitura de Campo Grande arrecadou R$ 182,3 milhões com o pagamento de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ITBI (Imposto de Transferência de Bens e Imóveis), ISS (Imposto sobre Serviços), multas e débitos atrasados no período de dez dias do mês de janeiro, anunciou esta tarde o prefeito Marquinhos Trad (PSD), durante entrevista coletiva.

No balanço da arrecadação no período do plantão, entre 02 de janeiro até esta quarta-feira, 11, Marquinhos Trad disse que foram arrecadados R$ 179.817.441,23 somente com IPTU e IPBI, e anunciou um cronograma de pagamento do salário e 13º dos servidores municipais e contratados pela Omep (Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar), Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária) e Instituto Mirim, que viraram o ano de 2016 sem os seus vencimentos.

“Prometemos uma gestão transparente, onde o cidadão campo-grandense tem acesso aos números da arrecadação e à forma como o dinheiro vai ser gasto. Por isso, estamos divulgando que até o momento arrecadamos um total de R$ 182.349.940,78”, disse Marquinhos.

Segundo ele, desde o dia 2 deste mês, quando assumiu o cargo, determinou que fossem feitos vários pagamentos de pendências deixadas pela gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP), que considera fundamentais para a organização financeira da prefeitura, como os R$ 3,4 milhões da folha de dezembro da Saúde, R$ 60,1 milhões do salário de dezembro de 72% dos servidores, R$ 5 milhões de salário dos funcionários da Omep e Seleta e R$ 1,5 milhão referente a primeira parcela de uma operação de crédito com a Caixa Econômica Federal que será cobrada até 2030.

Ainda de acordo com o prefeito, com dinheiro dos impostos em caixa foi estabelecido um cronograma de pagamento dos servidores, e um planejamento para investir também no custeio da prefeitura e garantir o salário de janeiro dos servidores, sem correr o risco de atraso, como aconteceu neste mês, por falta de dinheiro em caixa.

Já nesta quinta-feira, anunciou o prefeito, será pago o restante do salário dos servidores da prefeitura referente ao mês de dezembro, além de R$ 600 mil de salário dos funcionários do Instituto Mirim e R$ 4,5 milhões (pagamento integral) do 13º salário de funcionários da Omep e Seleta.

“Estamos trabalhando para deixar a casa em ordem e a ideia é regularizar as principais contas e fazer a máquina funcionar como tem que ser a partir de fevereiro”, ressaltou o secretário de Fazenda, Orçamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto, que participou da coletiva ao lado do prefeito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário