A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/12/2015 10:07

Árvore caída em muro de cemitério há um mês incomoda comerciantes

Luana Rodrigues
Árvore caiu durante chuva e vento do dia 20 de novembro. (Foto: Gerson Walber)Árvore caiu durante chuva e vento do dia 20 de novembro. (Foto: Gerson Walber)

Árvore caída há pouco mais de um mês no muro do cemitério Cruzeiro, na Avenida Cônsul Assaf Trad, em Campo Grande, tem preocupado comerciantes da região. Na chuva do dia 20 do mês passado, a árvore derrubou o muro do cemitério, situação que agravou os problemas de uso de drogas e prostituição, já existente no entorno do cemitério.

"Acho uma pouca vergonha não terem resolvido essa situação ainda, assim como tudo nessa cidade", considera o comerciante Marcio Ventrílio da Silva, 31 anos.

Conforme o frentista Alan Alves, 23, que trabalha há quatro anos em um posto de combustíveis na frente do cemitério, com o muro caído, a aglomeração dentro e fora do cemitério aumentou, já que muita gente faz do local, ponto de uso de drogas e até para fazer sexo. O problema é que com isso a segurança no local também fica comprometida. "Só esse ano foram cinco assaltos aqui no posto", disse.

A administração do cemitério informou que agentes da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) estiveram no local fazendo poda da árvore, mas não sabe dizer porque não fizeram a retirada e nem quando irão fazer.

Temporal - A árvore do cemitério caiu no dia 20 de novembro, quando os ventos chegaram a 52 km/h, acompanhados de muita chuva e causaram vários estragos na cidade. No dia, cerca de 60 árvores caíram e 13 bairros ficaram sem energia elétrica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions