A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/08/2014 11:31

Assassino de ex-mulher e ex-sogro continua foragido na Capital

Renan Nucci

Pouco mais de 48 horas após o crime que resultou na morte de Ana Cláudia Duarte de Souza, 27 anos, e do pai dela, Luiz Antônio de Souza, 59 anos, o acusado ainda está foragido. A Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) recebeu o boletim de ocorrência e já nesta segunda-feira (11), deve começar a ouvir os depoimentos.

Segundo a delegada Marília de Brito Martins, neste primeiro momento serão ouvidas algumas testemunhas. Ela explica que a polícia ainda não notificou oficialmente os familiares das vítimas, já que estava aguardando o sepultamento.

Ela aponta ainda que em 2013, Ana Cláudia havia registrado um boletim de ocorrência por injúria e ameaça contra o ex-marido Claudemir Celestino de Oliveira, de 36 anos, principal suspeito. O casal viveu junto por dez anos, e os problemas começaram a cerca de um ano, quando veio a separação.

Na sexta-feira, por volta das 20h30, Claudemir foi até a casa da ex-mulher, localizada na Rua Cavaleiro das Rosas, no Estrela do sul, onde buscou as duas filhas, de cinco e dez anos, que passariam o final de semana com ele. O homem levou as meninas embora e em seguida voltou para a residência de Ana Cláudia. Armado com dois revólveres, pulou o portão e ameaçou a mulher e os demais familiares que estavam por perto.

As pessoas tentaram acalmar Claudemir que avançou contra Ana Cláudia. Ela esboçou defesa utilizando um taser (arma de choque) que havia comprado justamente depois de sofrer ameaças do ex-marido. Neste momento, Luiz Antonio tentou intervir para defender a filha, mas foi baleado. Em seguida, a mulher acabou atingida por outros tiros. Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram chamadas, mas as duas vítimas morreram no local.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions