A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/05/2014 18:41

Assassino se entrega à polícia e atribui morte à desavença de vizinho

Lidiane Kober e Graziela Rezende

O autor do disparo contra o gesseiro Andrey Rodrigues da Silva, de 21 anos, se apresentou, na terça-feira (13), ao delegado da 5ª Delegacia de Polícia, João Reis Belo. Ele atribuiu o assassinato a “desavença” com a vítima, que era seu vizinho.

Segundo o delegado, ele vai responder por homicídio doloso, qualificado por motivo fútil. A pena é de seis a 12 anos de prisão. “Vamos concluir o inquérito antes do dia 30”, informou.

O assassino, que não tinha passagem pela polícia, relatou o uso de um revólver calibre 38, do pai, e que dispensou a arma às margens da rodovia, perto do Distrito Industrial Indubrasil. A polícia fez diligências pela região, mas até agora, não achou o revólver.

O crime - Andrey foi executado, no domingo (11), por dois homens, que estavam em uma motocicleta, na rua Urubupungá com a avenida Ernesto Geisel, no bairro Guanandi, em Campo Grande. Atingido no peito, ele conseguiu conduzir a moto, em que estava com a esposa, até a Avenida Marechal Deodoro, onde caiu morto.

De acordo com Priscila Daiane Souza, 24 anos, dois homens os fecharam e o garupa disparou contra eles. Andrey chegou a pedir que ela ficasse abaixada. “Ele me disse que não estava mais aguentando e caiu”, contou a esposa do gesseiro, que teve ferimentos na perna com a queda de moto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions