A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/02/2013 08:37

Assoreado, lago do Parque Sóter abriga até pneus e gera queixas

Viviane Oliveira
Areia tomou conta do lago. (Fotos: Luciano Muta) Areia tomou conta do lago. (Fotos: Luciano Muta)
Madeira solta na passarela. Madeira solta na passarela.

Aos poucos o lago no Parque do Sóter, na Mata do Jacinto, em Campo Grande, está desaparecendo. A paisagem de um lago grande com vários patos não tem mais. Hoje quem frequenta o lugar se depara com entulhos, bancos de areia e até pneus velhos que obstruem a passagem da água que vai para o córrego Prosa.

Os moradores da região temem que a obstrução do leito agrave as inundações, principalmente durante o período chuvoso. Além disso, a passarela de madeira que foi feita para as pessoas admirarem a paisagem, que era vista antes pelos freqüentadores, está com madeiramento velho e alguns deles se soltando.

A autônoma Tatiane Gomes dos Santos, de 30 anos, mora na região há 10 anos e relembra como era bonito o lugar. Passeando com as duas filhas, Bianca de 3 anos, e Thaisy, de 12, ela conta que a cada dia que passa o lugar vai ficando mais feio e o lago assoreado.

“As pessoas vinham aqui e ficavam horas olhando e tirando foto dos bichos. Tinha pato, marreco, cada um mais bonito que o outro. Hoje não tem mais nada para ser admirado aqui, vamos admirar o que? O lixo? O córrego cheio de areia?”, questiona, acrescentando que no local só tem sujeira.

Acompanhada de duas amigas de Goiânia, que estão passando as férias em Campo Grande, Giovanna Loise da Cruz Lemes, de 17 anos, lamenta que o córrego esteja nas condições que se encontra hoje. “Moro há 15 anos na região e vejo o descuido não só com o córrego, mas com o Parque em geral”, afirma.

A Prefeitura de Campo Grande foi consultada a respeito do Parque e até o fechamento desta reportagem, não houve retorno ao pedido de informação.

Quem frequenta o lugar se depara com entulhos, bancos de areia e até pneus velhos que obstruem a passagem da água.Quem frequenta o lugar se depara com entulhos, bancos de areia e até pneus velhos que obstruem a passagem da água.
“Moro há 15 anos na região e vejo o descuido não só com o córrego, mas com o Parque em geral”, afirma Giovanna.“Moro há 15 anos na região e vejo o descuido não só com o córrego, mas com o Parque em geral”, afirma Giovanna.



Meu Caro Paulo Roberto Costa,sou moradora da região e sou totalmente contra sobre o q disse dos Guardas Municipais pois o Parque Soter so nao esta mais abandonado por eles sempre estão lá.A Populaçao tem q pedir por mais Guardas e não ficar Criticando .Peçam por uma Administrção melhor e não coloquem culpa em quem não tem.
 
Andreia Delgado em 26/02/2013 21:04:25
Sou morador da região e utilizo o parque e posso dizer com propriedade que não é somente o discuido com o córrego e sim com todo os aspectos que se relaciona ao parque, falta a manutenção e limpeza, os parquinho para as crianças estão totalmente depredados, um matagal em torno do parque todo, em época de dengue os proprietários de terrenos que não fizerem limpeza de suas propriedades serão multados e os locais de poder publico sem manutenção e limpeza, serão multados????? outra reclamação que pra mim como contribuinte e a maior, os Guardas municipais que fazem a guarda daquele parque, eles passam o dia todo tomando o nosso famoso tereré, e não fazem nenhum tipo de ronda durante o dia e muito menos presumo eu a noite, sem ao menos fazerem sua função.
 
Paulo Roberto Costa em 14/02/2013 13:15:55
Como é que pneus vão parar no corrego? Pneus sobram só onde tem uma maquina de desmontar conjunto pneu/roda. Se depois cai num corrego, é porque alguem levou para la. E se alguem consegui levar para la, porque não levou para lixão? Falta de educação. Sem falar do vandalismo no parque. Quando foi inaugurado tinha varios espaços para fazer churrasco com a familia. Agora são depredados, pois o povo roubou as telhas, o madeiramento e as torneiras. Isso não é problema do prefeito, o problema é a população que não respeita patrimonio publico, pago com os seus impostos.
 
Marcos da Silva em 14/02/2013 12:26:22
Caminho todos os dias em volta do parque.. é uma tristeza ver o abandono em que o parque está. Depois de muito tempo a grama (que já havia virado mato) no interior do parque foi cortado, porem, em uma parte, ao inves de recolherem a grama, atearam fogo. Ja em volta.. pelo lado de fora, onde muitas pessoas caminham... o mato continua..
se tarefa simples como manter o corte da grama é dificil imagine com o corrego.
O poder publico não pode fechar os olhos para isso.
 
Katia Nogueira em 14/02/2013 12:07:07
Muito triste mesmo um Parque tao bonito e abandonado alem da prefeitura vai das pessoas que o frequentam evitando jogar lixos o problema é da consciência dos frequentadores tambem.
 
jussara dias em 14/02/2013 10:59:08
e o bernal cade, quando ele vai começar a trabalhar o carnaval já passou......
 
Hemerson escobar em 14/02/2013 10:04:15
Vamos lançar a campanha 'SALVEM O SÓTER" enquanto é tempo, também precisa melhorar a mata ciliar.
 
juraci montanha em 14/02/2013 09:25:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions